Moraes dá prazo de 24h para redes sociais bloquearem perfis do PCO

Partido foi incluído em inquérito depois de chamar ministro de 'skinhead de toga' e pedir dissolução do STF
-Publicidade-
Empresas serão multadas por descumprimento | Foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF
Empresas serão multadas por descumprimento | Foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes deu prazo de 24 horas para as redes sociais bloquearem os perfis do Partido da Causa Operária (PCO). A determinação, publicada nesta segunda-feira, 20, vale para Facebook, Twitter, Instagram, Youtube, Telegram e Tiktok. Caso as empresas não cumpram a decisão, o magistrado estabeleceu uma multa diária de R$ 20 mil para cada.

Moraes incluiu o PCO no inquérito sigiloso das “Fake News”, depois de uma publicação da legenda no Twitter. “Em sanha por ditadura, skinhead de toga retalha o direito de expressão, e prepara um novo golpe nas eleições. A repressão aos direitos sempre se voltará contra os trabalhadores! Dissolução do STF!”, afirmou o PCO em 1º de junho.

As empresas recorreram da decisão imposta por Moraes no começo deste mês na tentativa de evitar o bloqueio das contas do partido esquerdista. Moraes, no entanto, rejeitou o pedido.

-Publicidade-

“Nos termos do art. 317, § 4º, do Regimento Interno do Supremo Tribunal Federal, o agravo regimental não terá efeito suspensivo, de modo que não há qualquer justificativa para o parcial descumprimento da decisão judicial proferida nestes autos”, disse Moraes na petição.

O PCO se manifestou na tarde desta segunda-feira e negou acusações de atentado contra a democracia. “Nem o PCO recebe dinheiro público — exceto em período eleitoral —, nem atentou contra as tais instituições, mas sim criticou a atuação dos ministros do Supremo e propôs, como parte de seu programa democrático, uma reforma do Judiciário”, diz trecho de nota da legenda.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

13 comentários Ver comentários

  1. Esse caso não deixa de ser interessante por dois fatos.
    1) Uma parte da esquerda também vai ficar com ódio desse demônio careca.
    2) A extrema esquerda (PCO) está provando do seu próprio veneno. Afinal não é isso que eles pregam para quem é conservador e de direita? Uma boa bala e uma boa cova? Pois então agora chup@ esquerdiotas.

  2. O BOI VERMELHO DE PIRANHA DA EXTREMA-ESQUERDA É DISSIDENTE DA ALA RADICAL DA ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA PETRALHA.

    O CONCORRENTE DA ESQUERDA QUE NOMEOU TOGADOS EM CAUSA PRÓPRIA ESTÁ VENDO QUE NA DEMOnioCRACIA BRASILEIRA O PCC TEM MAIS LIBERDADE DE EXPRESSÃO.

  3. O cara acusa, condena e ainda confirma. Só ha um jeito disso terminar e todos sabem como. Resta um “cabra da peste” fazer o que deve ser feito. Porque democracia no Brasil, já era. Bandido sendo candidato a reeleição, corruptos andando de jatinho. Limpa botas milionarios. A coisa precisa de outra direção.

  4. Como o PCO só uma pequena facção de desocupados, drogados e boiolas da facção-mor do 9 Dedos, isso com certeza é jogo de cena do totó. Queria ver a criatura bancar o macho com o PCC! kkk Se bem que PCC, PT, PCO, PSOL é tudo a mesma coisa, só que no PCC tem homens!

  5. Esse xandão manda e não pede… Se a direita tivesse a metade da determinação desse déspota, já teríamos um país nos trilhos da lei e da ordem… enquanto isso sigamos dentro das quatro linhas…

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.