‘Não há justificativas para a soltura generalizada de presos’, afirma Sergio Moro

Ministério da Justiça conseguiu antecipar a vacinação de detentos contra a gripe comum e o H1N1
-Publicidade-
Brasília - O juiz federal Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato na primeira instância da Justiça Federal do Paraná, defendeu hoje (4), na Câmara, a revisão das penas mínimas aplicadas em casos de corrupção (José Cruz/Agência Brasil)
Brasília - O juiz federal Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato na primeira instância da Justiça Federal do Paraná, defendeu hoje (4), na Câmara, a revisão das penas mínimas aplicadas em casos de corrupção (José Cruz/Agência Brasil)

Ministério da Justiça conseguiu antecipar a vacinação de detentos contra a gripe comum e o H1N1

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, afirmou ontem que todas as medidas preventivas estão sendo adotadas no sistema prisional para evitar que os policiais penais a população carcerária sejam contaminados pelo coronavírus.

-Publicidade-

Ademais, segundo ele, não há justificativas para uma soltura generalizada de presos porque a população carcerária não apresenta sintomas da covid-19. “Tudo o que não precisamos é aliar a uma epidemia na saúde os problemas da economia com uma crise da segurança”, constatou o ministro.

Ações do Ministério da Justiça e Segurança Pública

Desde que houve o agravamento da pandemia de coronavírus, o Ministério da Justiça suspendeu as visitas no Sistema Penitenciário Federal e recomendou aos Estados a mesma medida. Além disso, a pasta conseguiu antecipar a vacinação de presos contra a gripe comum e o H1N1.

Com a publicação da portaria n° 151, a Força Nacional de Segurança Pública está autorizada a apoiar o Ministério da Saúde na escolta de medicamentos, na segurança de locais estratégicos, entre outras medidas. “Foi uma medida oportuna e necessária”, observou Moro.

Durante a entrevista coletiva ontem no Palácio do Planalto, o ministro anunciou que a restrição de entrada de venezuelanos pelas fronteiras terrestres brasileiras será prorrogada por questões sanitárias.

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comment

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site