Nise Yamaguchi nega existência de minuta para mudar bula da cloroquina

Declaração foi dada em depoimento na CPI da Covid
-Publicidade-
Médica oncologista e imunologista Nise Yamaguchi | Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado
Médica oncologista e imunologista Nise Yamaguchi | Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Em depoimento na CPI da Covid nesta terça-feira, 1º, a médica Nise Yamaguchi refutou afirmações de que teria existido uma minuta indicando mudanças na bula da cloroquina para que ela fosse recomendada para tratamento da covid-19. “A minuta jamais falava de bula, mas sobre a possibilidade de haver uma disponibilização de medicamentos”, afirmou.

O ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta citou reunião no Palácio do Planalto no ano passado em que se expôs uma minuta de decreto presidencial para alterar a bula da cloroquina. Depois, o diretor-presidente da Anvisa, Antonio Barra Torres, disse que a ideia da mudança na bula foi defendida pela médica.

-Publicidade-

Leia mais: “Prefeitos e governadores continuam agindo como se o vírus não pegasse em ônibus”

Nise Yamaguchi informou que o que se estava discutindo era a “inclusão do uso do medicamento”. Segundo ela, não houve minuta de mudança de bula. “Esse papel que estava em cima da mesa só falava sobre dispensação de medicamentos. Sou especialista em regulação, isso jamais aconteceria”, afirmou.

“Não fiz nenhuma minuta para mudar a bula da cloroquina”, pontuou a médica. O presidente da CPI da Covid, Omar Aziz (PSD-AM), sugeriu uma acareação entre Nise Yamaguchi e Barra Torres para esclarecer as diferenças entre os depoimentos.

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

4 comments

  1. Houve alguma mudança? Quem muda a bula não é o laboratório, talvez junto a Anvisa? Estão discutindo o nada? Está igual a ferrovia do Sarney: Do nada à lugar nenhum…. Continuem tentando!!!

  2. OS MEMBROS DO CIRCO DE QUINTA CATEGORIA JÁ NÃO TÊM MAIS SEQUER VERGONHA DE EXPOR SUA PARCIALIDADE!!! ALÉM DA TOMADA DE DECISÕES MONOCRÁTICAS, QUE CHEGAM AO CÚMULO DE CANCELAR CONVOCAÇÕES, AINDA FICAM IRRITADOS QUANDO NÃO OUVEM AS RESPOSTAS QUE QUEREM!!! LAMENTÁVEL VER UMA NOTÁVEL CIENTISTA SENDO SUBMETIDA A INTERROGATÓRIO POR PESSOAS DESQUALIFICADAS E MAL EDUCADAS!!! SERÁ QUE TAIS PESSOAS REALMENTE ACHAM QUE ESTÃO CONVENCENDO ALGUÉM BEM INTENCIONADO???

  3. QUE CONTINUEM CONVOCANDO ESSA GENTE MARAVILHOSA.
    PRECISAMOS MUDAR O SENADO FEDERAL NO SEU TODO.
    JÁ TEMOS DUAS ELEITAS, CASO SE INTERESSEM, PARA O ANO QUE VEM:
    Dra. Mayra
    Dra. Nise
    Vice Presidente da República Federativa do Brasil: Pazuello
    Por favor hipócritas, continuem trabalhando contra o Brasil, só assim acertaremos na môsca!!!

  4. Estes idiotas querem continuar a tratar Covid que é um virus, com dipirona que não tem nenhuma comprovação é isso mesmo só pra entender kkkk e quem proibiu o uso de hidroxicloroquina? demonizaram o medicamento, por que utilizaram de forma erronia em fases terminais em pacientes entubados no inicio da pandemia e mais tarde se viu que na verdade funciona em doses pequenas na primeira semana qual problema disso, em uma epidemia com um virus novo que ninguém sabia de nada erros e acertos fazem parte.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site