O problema é Bolsonaro ganhar a eleição

Leia artigo de J. R. Guzzo publicado na Edição 71 da Revista Oeste
-Publicidade-
 J.R. Guzzo: "O debate político no Brasil foi sendo tão degenerado, mas tão degenerado, que eleição, conforme o resultado, passou agora a ser crime político" | Foto: Agência Brasil
J.R. Guzzo: "O debate político no Brasil foi sendo tão degenerado, mas tão degenerado, que eleição, conforme o resultado, passou agora a ser crime político" | Foto: Agência Brasil

Em artigo publicado na Edição 71 da Revista Oeste, o jornalista J. R. Guzzo diz que a democracia brasileira não está sendo ameaçada pelo governo: “Está sendo ameaçada diretamente por todas as forças que não querem Bolsonaro nas eleições de 2022.”

Leia um trecho:

“Como assim? Isso aí é o que se chama de contradição absoluta. Como o resultado de uma eleição livre, direta, com voto universal e secreto pode ser a pior ameaça a uma democracia? Pois é onde estamos hoje, exatamente. O debate político no Brasil foi sendo tão degenerado, mas tão degenerado, que eleição, conforme o resultado, passou agora a ser crime político. Há muita conversa, claro, sobre “movimentação militar”, coisas obscuras e imprecisas que ninguém foi capaz de definir até o momento. Aqui e ali murmura-se sobre algum tipo de “golpe de Estado” — sem que fique preciso, nunca, quem daria esse golpe, quando, como e onde. Como o presidente disse que o Brasil tem de ter eleições limpas, ou não terá eleição nenhuma, e como a eleição terá de ter voto auditável para ser limpa, e como não vai haver voto auditável, há uma confusão contratada para o ano que vem. Há os “radicais” em volta de Bolsonaro, há o discurso do ódio (só do lado dele), há os “atos antidemocráticos”, há o general Braga — enfim, há uma infinidade de coisas que são relacionadas todos os dias para indicar que a democracia brasileira está em estado de coma. Mas tudo isso, em geral, é conversa para encher o noticiário. O problema, mesmo, é Bolsonaro ganhar a eleição.”

-Publicidade-

Leia aqui o artigo de J. R. Guzzo na íntegra

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

10 comentários

  1. Só sei qual é o maior problema. Se e Lula ganhar as eleições e colocar o Brasil par a par com a Argentina ou Bolsonaro ganhar as eleições e continuar blefando e levar o país a um caos institucional. Caso Bolsonaro apostar em quebrar os ministros do STF e salguns congressistas vagabundos ainda continuo com Bolsonaro, mas não adianta prometer isso para as próximas eleições. Se fizer isso não passa do primeiro turno. Esse domingo será a última chance de Bolsonaro. Senão é só enganação e aí tem que renunciar mesmo, porque demonstrará ser fraco. Só ficar dizendo que não tem culpa não cola mais. Com demonstração de fraqueza vai prejudicar que o está apoiando, como até a Jovem Pan.

    1. A origem de todo esse problema político está no STF. É cego quem não quiser enxergar isso daí. Esses togados tem toda a ficha das capivaras de grande maioria desse congresso, a começar pelo presidente da câmara, aquele deputado conterrâneo do Renan Canalheiros, o tal de Lira (esqueci o seu primeiro nome). Então esses togados estão com a faca e o queijo nas mãos e o Bolsonaro, refém deste congresso corrupto (tirando os políticos ainda miraculosamente honestos que ainda existem por lá mas que são poucos). A solução é outra mas não vos direi e nem sei se é possível.

    1. O que te dá tanta certeza assim? Eles não estão nem aí para a população, pois tem o controle da situação. É muito simples isso daí. Só perderão esse controle se passar o voto impresso e “auditado” pelo eleitor no momento do voto e mesmo assim não acaba o problema, pois tem que ter apuração pública também. É aí o grande problema que eles estão querendo evitar.

  2. desnecessário comentar que o problema é a aprovação popular do PR Jair Messias Bolsonaro, isso incomoda demais a esquerda, que tenta por todos os meios “mentir”com pesquisas fraudulentas e ridículas, soltando o 9 dedos ladrão cachaceiro, que não pode ir na padaria, a abstinência de dinheiro dos pagadores de impostos, via roubo estatal, esta deixando a esquerdas e os corruptos loucos, querem a volta da lambança a todo o custo.

  3. Se luis Inácio da Silva ganhar a eleição com voto inauditavel, NAO TOMARAA POSSE. As FFAA impedirão esse retrocesso da democracia. Comunismo NUNCA MAIS.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro