‘O PT não respeita a fome’

'O PT não respeita a fome'
-Publicidade-
Foto: CANVA
Foto: CANVA | fome - pt - entrevista com orlando morando

É o que diz prefeito de cidade que teve programa social questionado pelo Partido dos Trabalhadores

fome - pt - entrevista com orlando morando
Foto: CANVA
-Publicidade-

“Sentimento de indignação.” Foi assim que o prefeito de São Bernardo do Campo (SP), Orlando Morando (PSDB), reagiu à representação movida pelo Partido dos Trabalhadores contra um projeto social. Com aulas suspensas devido à covid-19, a administração da cidade, localizada na região metropolitana de São Paulo, criou o “cartão-merenda” para que as famílias com estudantes matriculados na rede pública escolar recebessem ajuda de custo durante a pandemia. Mas o PT se mostrou contra o projeto.

Leia mais: “Petista elogia tucano e pode ser expulso do partido”

Conforme noticiado por Oeste na última semana, a legenda do ex-presidente Lula, que aliás tem a cidade como domicílio eleitoral, foi à Justiça contra o programa social. Por se tratar de representação, a atitude movida pelo partido poderia resultar em suspensão da divulgação, no impedimento da participação de Morando em atos relacionados ao projeto ou até mesmo, de acordo com o que poderia ser o entendimento do Judiciário e do Ministério Público, na descontinuidade do “cartão-merenda”. A atitude fez com que o deputado federal Alex Manente (Cidadania-SP) se revoltasse contra o PT. Em vídeo, ele, que perdeu a eleição de 2016 para o candidato do PSDB, teceu críticas aos petistas.

https://www.facebook.com/alexmanente/videos/1148450285488741/


Com parecer do Ministério Público do Estado de São Paulo contra a representação do PT, o “cartão-merenda” seguiu ativo em São Bernardo do Campo. O que não fez o prefeito acalmar-se em relação à atitude adotada pelo partido de esquerda. “O PT não respeita a fome”, enfatiza Morando em entrevista a Oeste.

Confira a íntegra da entrevista com Orlando Morando

Como o senhor e a equipe da prefeitura de São Bernardo do Campo reagiram à representação do PT contra o programa “cartão-merenda”?

No começo, ficamos surpresos. Pedi, então, para checar se era isso mesmo. Quando veio a confirmação, o sentimento foi de indignação.

Na representação, o PT fala em “propaganda antecipada”. O que o senhor tem a dizer a respeito?

O PT não respeita a fome. Eu respeito e, enquanto as aulas não voltarem, vou manter o cartão- merenda para todas as crianças da rede municipal de educação.

“Para muitas crianças, a merenda escolar é crucial”

Com escolas ainda fechadas na cidade, o que o senhor diria às famílias que estão recebendo o “cartão-merenda” caso o programa fosse suspenso?

Para muitas crianças, a merenda escolar é crucial. Então, se a criança não vai até a merenda, a merenda vai até a criança. Impedir isso, porque estão pensando em eleição, é de uma crueldade sem tamanho.

Em novembro, teremos eleições municipais. Acredita que, por meio de tal representação, é o PT que está promovendo “propaganda antecipada”?

Neste momento, só penso em derrotar o coronavírus. Não troco votos por vida. Agora, é hora de unir forças para ajudar nossa gente.

Ainda sobre o embate com o PT: o senhor será candidato à reeleição à prefeitura de São Bernardo do Campo? Está disposto a enfrentar o PT nas urnas novamente?

Como falamos, agora, nosso foco é garantir que nenhum óbito ocorra por falta de atendimento médico e, também, que nenhuma casa de São Bernardo fique sem um prato de comida na mesa.

orlando morando - pt - fome - cartão merenda - são bernardo do campo
Orlando Morando é prefeito de São Bernardo do Campo | Foto: RICARDO CASSIN/PMSBC
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

11 comentários

  1. O prefeito é do PSDB, portanto não creio em grandes mudanças para melhor na cidade. Contudo, pelo bem das crianças e jovens, recomendo fortemente que os pais e mães façam uma visita às bibliotecas públicas de SBC. Entrei numa (não direi qual para vcs irem a todas) e fiquei estarrecido; a julgar pelos títulos, um centro de propaganda marxista realmente preocupante. Tinha o Livro Vermelho de Mao Tse Tung e livros sobre Stalin, os 2 maiores assassinos da humanidade, Dicionário do Lula (acreditem se quiser), centenas de livros de autores esquerdistas e outros lixos. Ah, jornal? Só Folha de SP. Vc mora em SBC? Tem filhos que vão a bibliotecas públicas? Recado está dado.

  2. Olhe que engraçado. O governador da Bahia, Rui Costa, do PT, fez exatamente a mesma coisa: um cartão de alimentação para os alunos da rede estadual. A diferença é que já devia ter pago três parcelas, mas só pagou a primeira (e ainda deve a uma parte deles)…

  3. A social democracia sendo ela mesma. A única coisa que fazem é tirar do bolso sua identidade mais marcante, o fisiologismo. COMUNISTAS só não aceitam seres humanos. No + se transvestem de progressistas sem se preocuparem c o PROGRESSO, de anarquistas para não respeitarem a ORDEM e queimar museus e florestas. São imundos e desumanos. Essa corja só pode mesmo querer reconquistar governos à força, tratando o povo como gado, seguindo o berrante Ze Dirceu. Novembro é data marcada para distancia-los ainda + das pessoas de bem.

  4. O PT irá receber neste ano 200 MILHÕES DE REAIS de Fundo Eleitoral. Corresponde a um salário mínimo para 200 mil pessoas. Por que o PRIVILÉGIO ? visto que, além de ser imoral, ê muito mais do que outros partidos irão receber. Alguns receberão pouco mais de 1 Milhão de Reais.

  5. Numa democracia séria, esse ParTido abominável há muito já teria sido proscrito. Só visa os próprios interesses. É bom que a população mais carente, que, normalmente, vota nessa aberração, preste bem atenção no que essa facção criminosa vem fazendo ultimamente.

  6. PSDB/PT. É o sujo, falando do mal lavado. Onde que o PSDB paulista tem moral de criticar quem quer quem seja, com relação a fornecimento de alimentação escolar? Esqueceram do escândalo das merendas?

  7. Não sou PSDB, e PT, só se tiver enlouquecido. Mas esse prefeito foi o único ou um dos poucos que em vez de correrem para mandar armar hospitais de campanha, decidiu completar a obra de um hospital há séculos em construção, justamente nas gestões anteriores petistas. Agora, segundo a reportagem que eu li na JP, São Bernardo tem um verdadeiro hospital decente concluído.
    A propósito, esse prefeito teve covid, foi internado em estado grave e se tratou com a cloroquina. Se não me engano, sua esposa também.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.