O STF é o único governo de fato que existe no Brasil de hoje

A Corte está operando, a cada dia que passa, como uma das ditaduras mais extravagantes e subdesenvolvidas que há por aí
-Publicidade-
O Supremo cometeu um suicídio moral ao anular todas as ações penais contra Lula
O Supremo cometeu um suicídio moral ao anular todas as ações penais contra Lula | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

(J.R. Guzzo, publicado no jornal Gazeta do Povo em 15 de abril de 2021)

O STF, o único governo de fato que existe no Brasil de hoje, assume cada vez mais a cara, corpo e alma de uma dessas ditaduras africanas (a América Latina já está numa outra fase) nas quais um ato extremista puxa outro e os ditadores, nos seus arranques de despotismo, vão perdendo o contato com a realidade. Acontece o tempo todo: os ministros, colocados diante de uma decisão radical, tomam outra ainda mais radical. Aconteceu de novo.

Sem razão nenhuma, apenas usando a petição de um partido-anão para satisfazer os seus desejos políticos (e os do resto do STF), o ministro Luís Roberto Barroso impôs ao Senado uma humilhação espetacular: mandou o presidente da Casa abrir uma CPI que ele, no pleno uso dos seus direitos constitucionais, não queria abrir. Logo depois de ter feito a Câmara engolir a prisão ilegal de um deputado, o STF dobra a aposta, enfiando goela abaixo do Senado uma CPI sem pé nem cabeça, integralmente facciosa, e sem nenhum outro objetivo que não seja agredir o Executivo.

-Publicidade-

A comissão, como se sabe, é para investigar a conduta do governo federal durante a pandemia de covid-19. Só a dele, é claro, e não as ações dos Estados e municípios — que receberam do mesmo STF, há mais de um ano, autonomia completa para gerir a epidemia e só produziram até agora 360 mil mortos e uma devastação sem precedentes na economia do país.

Não saiu bem como queriam; na forma final, ficou aberta uma brecha para perguntas sobre a maciça roubalheira de verbas federais por parte das “autoridades locais”, um escândalo em moto contínuo que já provocou mais de 70 investigações da Polícia Federal.

Mas o propósito de atacar o governo e, especialmente, a Presidência da República, permanece intacto: junto com a CPI, para completar o serviço, o STF deu curso a um prodigioso processo para julgar Jair Bolsonaro por “genocídio” — pelo que deu para entender, o presidente está sendo acusado de não fornecer água potável às “populações indígenas”. Acredite se quiser.

Como tinha acontecido na Câmara, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, cedeu miseravelmente a mais uma intromissão do STF em questões internas do Congresso Nacional. Durante os últimos 63 dias, Pacheco vinha argumentando que não abria a CPI pedida pelo partido nanico porque o momento, no meio de uma tragédia absoluta, não era apropriado. Não aconteceu nada de novo até agora — mas o “momento”, assim que Barroso falou, passou a ser ótimo. O ministro mandou, Pacheco obedeceu no ato; ao que parece, estão se acostumando a apanhar e gostar. É isso, hoje, o Parlamento brasileiro.

Como acaba de escrever a Gazeta do Povo, o Supremo cometeu um suicídio moral ao anular todas as ações penais contra Lula por corrução e lavagem de dinheiro, inclusive a sua condenação em terceira e última instância por nove juízes diferentes. Suicidou-se outra vez, logo em seguida, ao julgar o juiz Sergio Moro “suspeito” de agir com parcialidade — com base em informações obtidas através de crime e cuja autenticidade está em dúvida.

Com os seus repetidos surtos na área política, o STF está operando, a cada dia que passa, como uma das ditaduras mais extravagante e subdesenvolvidas que há por aí.

Leia também: “22 corolários da Teoria da Inocência do Culpado”, artigo de Augusto Nunes publicado na Edição 55 da Revista Oeste

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

22 comentários

  1. O texto de Guzzo a seguir, muito bem posicionado, dá a dimensão do que assumiram, de vez, os mal preparados militantes, colocados como Ministros da Suprema Corte, pelos governos corruptos socialistas: =>”A comissão, como se sabe, é para investigar a conduta do governo federal durante a pandemia de covid-19. Só a dele, é claro, e não as ações dos Estados e municípios — que receberam do mesmo STF, há mais de um ano, autonomia completa para gerir a epidemia e só produziram até agora 360 mil mortos e uma devastação sem precedentes na economia do país.”<=.

  2. O povo silencia. Entendeu que estava rasgando a carta comunista de 1.988, mas na verdade tratava-se do último suspiro da República.
    O comunismo no Brasil já fora implantado, antes mesmo de 1985, quando o general João Batista Figueiredo, último presidente da DEMOCRACIA MILITAR, prenunciara que em 20 anos o país estaria escandalizado. Exatamente, Ele acertara, conhecemos o mensalão e a cara do togado, que é espelho dos que hoje aí estão: Joaquim Barbosa. O homem que aperfeiçou o crime.
    Parece que essa instituição STF vive com a pressão das baionetas, dos adelios, e sequer têm o direito de desistirem dos cargos..
    Ah, o general disse ainda mais, que esses “gestores” que aí estão, fediam mais que seus cavalos e mulas.
    A época, não foi didatico e deixou de especificar tratar-se de mula-sem-cabeça

    1. Mula sem cabeça é o ladrãozinho q está no poder…. demitiu o Moro, colocou o “CanAras” (Canalha+Aras) na PGR, pra travar a Lava jato, já liberou Cunha para defender o ladrãozinho… e o povo só morrendo por falta de Vacina….

  3. Sim, e daí que os membros stf mandam, desmandam, calam, consentem, ultrajam, usurpam? Sabem que, tal qual bandido ciente de ” melhor não reagir”, o congresso ser composto de fdps, os juízes e desembargadores desmoralizados por eles conservam-se em concordante silêncio, ministérios aparelhados, e um POVO inerte, imbecilizado, acovardado, incapaz de usar de seu poder e faze-los parar com as constantes canalhices praticadas, não vendo reação, como se diz no popular ” cagam na cabeça de quem eles quiserem”. E daí?

  4. Se pretendemos um Brasil melhor, somos nós que deveremos nos manifestar abertamente e corajosamente nesse sentido.
    O ato de voltarmos às ruas praticando nossas atividades normais, cotidianas e necessárias à nossa vida e a da sociedade, não nos obrigando a cuidar exclusivamente da saúde de uma pequena parcela de brasileiros, uma casta que pode ficar em casa, mas, o de fato de lutarmos pela saúde e vida de todos os brasileiros, o que Bolsonaro faz, tal ato, independentemente da pressão que os corruptos se utilizarão para nos impedir de praticá-lo, é o que trará as mudanças essenciais à nós!
    Ficarmos em casa, acovardados, e vendo o sofrimento da enorme maioria do povo, com a quebra da Economia que levará tempo para se restabelecer, com tratamento precoce e barato acessível praticamente a todos, só atende aos interesses dos corruptos desonestos e amorais, mas jamais dos necessitados e daqueles que se põe com honestidade à frente dos problemas.
    É por mais do que evidente, é notório, o despreparo, as limitações e a amoralidade dos indivíduos levados ao STF para Ministros por Lula e Dilma; o Brasil não pode se render e se tornar refém de bandidos, sejam lá quais forem e onde estiverem, não é justo, não é o que desejamos e não é o que algumas de nossas instituições com obrigação de cuidar de nossa Independência, Soberania, Constituição e Democracia devem permitir!
    Mas certamente deveremos, também, fazer nosso papel!

  5. Rodrigo Pacheco tem o “physique du rôle” do banana. E o STF, como todo bom predador, fareja e aproveita. Resta saber o que o nosso PR vai fazer, agora.

  6. Rodrigo Pacheco se sincero e compreendendo os problemas sociais brasileiros, que foram desprezados por Barroso ao mandar abrir a CPI do RANDOLFE, deveria abrir imediatamente o processo de impeachment de ministros do STF, já que o pedido do tal KAJURU ao STF foi sabiamente arquivado pelo ministro Kassio Nunes, que praticamente deixou nas mãos de Pacheco.
    Mais importante ainda, tramitar urgentemente a revogação da PEC DA BENGALA, que de imediato levaria com idade superior a 70 anos, Lewandowsky e Rosa Weber , e tramitar em regime de urgência a PEC DO VOTO IMPRESSO que necessita ser aprovada ate out/21. Entendo que com a auditoria do voto impresso em 2022, evitaremos graves conflitos provocados por qualquer perdedor. Conforme disse Bolsonaro, se com o voto AUDITÁVEL, Lula for eleito presidente, paciência, vai colocar mais 2 ministros no STF nos próximos 3 anos, e um notável ministério.

  7. Como o Presidente disse ontem em sua live, para que ele possa agir, tem que ser através de uma sinalização do povo.
    Vamos ter que ir para as ruas e fazer valer o 1º artigo da Constituição parágrafo único: Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição.

  8. Esse país precisa de uma reação democrática e maciça da população, para mostrar ao STF e ao congresso nacional que eles estão a serviço povo brasileiro e não a meia dúzias de “privilegiados”. Precisamos de muitos CAIOS COPALLA, que tem a influência, coragem e competência para juntos com todos os brasileiros de BEM mudar definitivamente este país.

  9. Diagnósticos, nós já temos muito. Falta solução prática!
    Alguém se habilita?
    Tenho algumas OPINIÕES: ( opiniões, viu supremo?)
    1- Substituir o marco aurélio por um ministro Macho Alpha Plus. Tem que dominar o chefe do bando que é o gilmar. (pena que o Weintraub não é juiz).
    2- Pressão total militar (o verdadeiro poder é de quem esta melhor armado e estruturado para a guerra)
    3- Renovar, através do voto os senadores e deputados. O melhor seria não reeleger nenhum político que estão naquelas casas. Fica mais fácil fazer um #tag.
    4- Desmontar esta maquina de roubar votos que estão preparando para 2022.
    4- Emenda à constituição, limitando bem os poderes do supremo, com mandato de 8 anos e condição para entrar, ser juiz de direito.
    5- Reforma politica, com voto distrital, acabar com a reeleição em todos os níveis, eliminar fundo partidário e foro privilegiado.
    Acho que esta bom para começar!

  10. São desavergonhados sim. Mas a nossa omissão também é gritante. Ficamos aqui atrás do teclado esperando que esses caras tenham vergonha algum dia. Jamais terão. O diagnóstico está dado, não haverá exército como houve em 1964, então é nas ruas que devemos modificar esse estado de coisas. Ainda não lutamos o suficiente, as ruas não foram ocupadas o bastante, e se esperarmos que nos roubem a próxima eleição, aí sim, teremos o exército e todo tipo de força militar nas ruas nos impedindo de manifestar e esmagando qualquer tentativa de mudança. É o tempo que temos.

  11. Uma vergonha. Pior é que eles sabem que nós somos frouxos e nada faremos.
    “Na primeira noite eles se aproximam e roubam uma flor do nosso jardim.
    E não dizemos nada. Na segunda noite, já não se escondem: pisam as flores,
    matam nosso cão, e não dizemos nada.
    Até que um dia, o mais frágil deles entra sozinho e nossa casa,
    rouba-nos a luz e, conhecendo nosso medo, arranca-nos a voz da garganta.
    E já não podemos dizer nada.

    Eduardo Alves da Costa

  12. Brasil sendo venezuelano. Lá como cá o STF substituiu a câmara e o senado vamos fechar essas duas casas e jogar as chaves fora. Pior é que quem esta dando as cartas no Brasil e ninguém esta dando bola ou esquecendo de olhar é o Jose Dirceu. 

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site