-Publicidade-

Parler acusa Amazon de facilitar ataque ‘hacker’

Empresa teria deixado livre um caminho no sistema para criminosos acessarem dados de usuários da rede social
Empresa supostamente agiu intencionalmente
Empresa supostamente agiu intencionalmente | Foto: Divulgação/Parler

A companhia que controla a Parler acusou a Amazon Web Services (AWS, que oferece serviços de nuvem) de deixar falhas de segurança no sistema da rede social depois de suspendê-la. Dessa forma, hackers puderam atacar os data centers da plataforma que abrigam perfis de conservadores. Semana passada, também o Google e a Apple fecharam o cerco no entorno da Parler. No processo que está movendo na Justiça, a empresa de mídia garante que a Amazon deixou aberta a chamada Route 53, um serviço da web do sistema de nomes de domínio. Por ali, criminosos que atuam nas redes teriam agido para coletar informações de usuários da Parler. A ação tramita em um tribunal de Washington, nos Estados Unidos.

Leia também: “Ameaças de morte forçam ‘CEO’ do Parler a se esconder”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês