Novo quer alguém pró-reformas no comando da Câmara

Candidato não precisa ser da legenda, revela Marcel Van Hattem
-Publicidade-
Foto: Agência Brasil
Foto: Agência Brasil | congresso nacional - vice-líderes do governo - jair bolsonaro - presidência da câmara pró reformas - defende Novo

Candidato não precisa ser da legenda, revela Marcel Van Hattem

congresso nacional - vice-líderes do governo - jair bolsonaro - presidência da câmara pró reformas - defende Novo
Foto: Agência Brasil
-Publicidade-

O Partido Novo começa a se movimentar nos bastidores da Câmara dos Deputados para a eleição do próximo presidente da Casa, programada para o início de fevereiro do próximo ano. Com a certeza de que Rodrigo Maia (DEM-RJ) não poderá se manter no cargo, a legenda busca definir um nome favorável a reformas estruturais e redução de custos para a função.

Leia mais: “STF saiu derrotado no caso Maia-Alcolumbre, avalia deputado”

Tal nome não precisa ser necessariamente filiado à legenda, revelou o deputado federal Marcel Van Hattem (Novo-RS) ao participar da edição desta segunda-feira, 7, do programa Os Pingos nos Is, da rádio Jovem Pan. Mesmo de fora da sigla, o futuro candidato poderá contar com apoio da bancada do Novo se for “independente”, conforme definição de Van Hattem, além de se comprometer com os seguintes tópicos:

  • colocar em votação a PEC que restabelece a prisão após condenação em segunda instância;
  • colocar em votação o projeto que defende o fim do foro privilegiado para parlamentares;
  • defender reformas propostas pelo governo federal, como a tributária e a administrativa;
  • e encontrar formas para cortar custos da Câmara, inclusive com extinção de comissões.

Marcel Van Hattem reforçou, no entanto, não ter nenhum nome definido para contar com apoio do Novo para a disputa pela presidência da Câmara dos Deputados. Por fim, reforçou não se animar com nenhum dos pré-candidatos divulgados ate agora por Rodrigo Maia. O atual presidente da Casa falou em Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), Baleia Rossi (MDB-SP), Elmar Nascimento (DEM-BA), Luciano Bivar (PSL-PE) e Marcos Pereira (Republicanos-SP).

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 comments

  1. Tá mesmo na hora deste Novo fazer realmente algo Novo, porquê Amoedo é o famoso mais do mesmo, quero ver aprovarem as reformas que o país tanto necessita.

  2. Podiam começar então apoiando o candidato apoiado pelo governo. Não há espaço para “independência” e “isenção” nisso. O novo tomou uma sova nessas eleições em parte por causa dessa relutância deles em apoiar o primeiro governo conservador em décadas no Brasil.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site