-Publicidade-

Pazuello defende tratamento precoce para ‘parar sangramento’ da pandemia

Ministro interino afirmou que o país está sob "esforço de guerra" para conter a disseminação do novo coronavírus
Ministro Interino da Saúde, general Eduardo Pazuello | Foto: Reprodução/VideoSaúde/Fiocruz
Ministro Interino da Saúde, general Eduardo Pazuello | Foto: Reprodução/VideoSaúde/Fiocruz

Ministro interino afirmou que o país está sob “esforço de guerra” para conter a disseminação do novo coronavírus

Pazuello
Ministro Interino da Saúde, general Eduardo Pazuello | Foto: Reprodução/VideoSaúde/Fiocruz

O ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello, defendeu nesta segunda-feira, 10, que o diagnóstico e o tratamento precoces são essenciais para “parar o sangramento” das mortes causadas pela covid-19.

Durante a inauguração da Unidade de Apoio ao Diagnóstico da covid-19 da Fundação Oswaldo Cruz, no Rio de Janeiro, ele disse que o Ministério da Saúde apoia medidas de distanciamento social, mas que elas são de responsabilidade de Estados e municípios.

“A gente precisa entender como parar o sangramento: diagnóstico precoce, tratamento imediato, compreensão do suporte ventilatório antes da UTI”, destacou o ministro.

LEIA MAIS: Em Manaus, volta às aulas já é realidade

Pazuello afirmou que o país está sob “esforço de guerra” para conter a disseminação do novo coronavírus.

“Não está correto ficar em casa doente, com sintomas, até passar mal com falta de ar. Isso não funciona, não funcionou e deu no que deu e nós há dois meses já mudamos esse protocolo”, disse o ministro.

O ministro interino também disse que cada brasileiro que se perde faz diferença. “Não é um número. Todos os dias sofremos as perdas. Não foi 95 mil, 98 mil, 100, ou 101 que vai fazer a diferença. O que vai fazer a diferença é cada um brasileiro que se perde”.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

  1. Certas associações, cientistas e médicos lutam para q o protocolo do governo não seja implantado, será pq algumas associações são financiadas por laboratórios q lucram com a pandemia, e seus lucros são ameaçados por medicamentos utilizados no protocolo q são baratos e utilizados a décadas no brasil, será q quanto mais gente for para UTI mais equipamentos e insumos precisarão ser comprados, necessitando d mais envio de dinheiro público, e por consequência mais desvios. A torcida pelo virus continua, pois assim os oportunistas lucram, os corruptos roubam, os hipócritas matam, o STF censura, o pais afunda, e os ratos q estão atualmente no porão desse navio chamado Brasil vem atona novamente para comandar o pais.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês