Pesquisa informa que Bolsonaro lidera a corrida para as eleições de 2022

Em todos os cenários, o presidente venceria Lula, Fernando Haddad, Wilson Witzel, Sergio Moro, João Doria, entre outros nomes
-Publicidade-
Presidente da Câmara não quer saber do impeachment de Bolsonaro | Foto: José Cruz/Agência Brasil
Presidente da Câmara não quer saber do impeachment de Bolsonaro | Foto: José Cruz/Agência Brasil

Em todos os cenários, o presidente venceria Lula, Fernando Haddad, Wilson Witzel, Sergio Moro, João Doria, entre outros nomes

-Publicidade-
Bolsonaro livre do impeachment
Presidente da Câmara não quer saber do impeachment de Bolsonaro | Foto: José Cruz/Agência Brasil

De acordo com um levantamento divulgado no sábado 2 pelo Instituto Paraná Pesquisas, o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), lidera as intenções de voto para as eleições presidenciais de 2022.

Ele fica a frente de nomes como o do ex-presidente Lula e do candidato derrotado do PT à Presidência em 2018 Fernando Haddad. Ademais, venceria João Doria (PSDB), Wilson Witzel (PSC) e o ex-ministro Sergio Moro (sem partido).

No primeiro cenário, Bolsonaro teria 27% das intenções contra 18,1% de Moro. No segundo, considerando uma hipotética candidatura de Lula, que não pode concorrer em razão de condenações na Justiça, o presidente teria 26,3% dos votos contra 23,1% do petista.

Na terceira projeção, Bolsonaro obteria o maior porcentual de votos, 29,1%, a frente de nomes Haddad (15,4%), Ciro Gomes (11,1%), Luciano Huck (8,1%) e do ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (6,8%).

Realizada entre os dias 27 e 29 de abril, a pesquisa abrange todos os Estados do país, tendo sido entrevistadas 2.006 pessoas. A margem de confiança é de 95% e a de erro fica na casa dos 2% para mais ou para menos.

Veja a pesquisa

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

7 comentários

  1. Toda pesquisa eu olho com certa desconfiança, mas deixando-a de lado, vemos que foi feita durante um período de terrível crise pandêmica/política, e mesmo assim o PR Bolsonaro lidera em todos cenários possíveis. Passada essa crise, ele só tem a disparar nas intenções de voto e deixar todos esses adversários bem para trás.

    Todos os outros são alinhados à esquerda, possuem agenda progressista (legalização das drogas/aborto etc) e não encarnam os desejos do povo brasileiro.

  2. Se sair candidato e não incorrer em quaisquer escândalos até lá, Bolsonaro terá, sim, meu voto em 2022 – sua plataforma de governo é, de longe, a melhor da história da República. Mas na verdade a eleição mais importante não será a dele, mas sim a do Parlamento.

  3. Sem dúvida acredito que Bolsonaro se reeleja, se não cometer nenhum ilicito como matar um juiz do Supremo, ou um governador metido a besta, ou um deputado/senador trapalhão ou um ex ministro traíra. Acredito que o país agradecerá a esse presidente que exterminará com a corrupção .

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro