PGR pede ao STF que as locadoras de veículos operem durante a quarentena

Augusto Aras argumenta que a limitação à atividade de motoristas de aplicativos pode dificultar o acesso à saúde
-Publicidade-
| Foto: MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL
| Foto: MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

Augusto Aras argumenta que a limitação à atividade de motoristas de aplicativos pode dificultar o acesso à saúde

PGR Augusto Aras
Procurador-geral sustenta que as empresas que locam automóveis são necessárias para atender cerca de 150 mil motoristas de aplicativos de transporte| Foto: MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL
-Publicidade-

Apesar de decretos estaduais interromperem o comércio e outros serviços, o procurador-geral da República, Augusto Aras, pediu ontem ao Supremo Tribunal Federal (STF) que as locadoras de veículos possam funcionar.

A requisição de Aras atende à uma Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental proposta pela Associação Brasileira de Locadoras de Veículos. O caso será analisado pela ministra do STF Rosa Weber.

Para o procurador-geral, as empresas que locam automóveis são necessárias para atender cerca de 150 mil motoristas de aplicativos de transporte. Aras argumenta que a limitação à atividade pode dificultar o acesso à saúde.

Os aplicativos de transporte, por exemplo, são mais recomendáveis do que o transporte público durante o período de isolamento social. Sendo assim, Aras sustenta que fechar as locadoras provocará efeito contrário à proteção à saúde.

Com informações da Secretaria de Comunicação Social da Procuradoria-Geral da República

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site