Prefeito de Niterói (RJ) é alvo de operação da Polícia Federal

Agentes apuram supostas irregularidades em obras
-Publicidade-
Foto: Divulgação/PF
Foto: Divulgação/PF | Foto: Divulgação/PF

Agentes apuram supostas irregularidades em obras

prefeito de niterói
Agentes da PF defronte à residência de Neves | Foto: Divulgação/PF
-Publicidade-

prefeito de Niterói (RJ), Rodrigo Neves (PDT), é alvo de uma operação da Polícia Federal (PF) nesta quarta-feira, 16. Cerca de 50 agentes visam a cumprir 11 mandados judiciais referentes a supostas ilegalidades nas obras da Transoceânica Charitas-Engenho do Mato. Conforme a Justiça, a obra ficou R$ 34 milhões mais cara que o previsto. Além disso, contratos de publicidade firmados pelo governo municipal contém evidências de fraudes, segundo a PF.

No Estado do Rio de Janeiro, equipes se deslocaram para a Região Oceânica de Niterói e a Gávea, na Zona Sul da capital. Neste último local, o alvo seria o cineasta René Sampaio, que é dono de uma produtora de filmes e teria um contrato com a prefeitura de Niterói, informou a TV Globo. Em dezembro de 2018, Rodrigo Neves foi preso por uma força-tarefa do Ministério Público estadual e da Polícia Civil, num desdobramento da operação Lava-Jato.

Ele era suspeito de desviar mais de R$ 10 milhões da verba de transporte de Niterói, entre 2014 e 2018. Neves ficou três meses na cadeia.

Leia também: “MPF denuncia Witzel, Pastor Everaldo e mais 11 pessoas”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.