Presença de ministros em pronunciamento de Bolsonaro foi espontânea

Movimento não foi combinado. Oeste apurou que a maioria compareceu por livre e espontânea vontade
-Publicidade-
Foto: Alan Santos/PR

A presença de quase todos os ministros de Estado no pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi um ato espontâneo. A imagem que fica para quem assistiu à fala pela televisão é a de que tudo foi meticulosamente arquitetado pelo governo federal, mas não é o que Oeste apurou.

-Publicidade-

Os ministros não combinaram sequer a chegada ao Palácio do Planalto. A maioria sabia do pronunciamento que seria feito por Bolsonaro e foi até lá para demonstrar apoio e imagem de união. Um ou outro foi chamado para compor a equipe, admitem interlocutores do governo. Mas nada que impacte o apoio simbólico, importante e reconhecido pelo presidente da República antes e depois do pronunciamento.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site