-Publicidade-

Protesto contra lockdown marca o domingo em Belo Horizonte

Manifestantes também pediram a adesão ao tratamento precoce por parte da prefeitura
As carreatas passaram por vários pontos da cidade e concentraram-se defronte a casa do prefeito Kalil
As carreatas passaram por vários pontos da cidade e concentraram-se defronte a casa do prefeito Kalil | Foto: Divulgação/Movimento Conservadores em Ação

Na manhã do domingo 28, movimentos democráticos se manifestaram contra o lockdown em Belo Horizonte (MG). A capital mineira está em isolamento social radical por determinação do prefeito Alexandre Kalil (PSD). Segundo ele, a medida ajuda a conter o avanço do coronavírus. Além da reabertura do comércio, a população pediu que o Executivo municipal adotasse o tratamento precoce contra a covid-19. Em cidades, como Porto Feliz (SP), a taxa de internação caiu depois que a terapêutica foi administrada nas pessoas por iniciativa da prefeitura. “A culpa não é nossa, a gente quer, em princípio, trabalhar. Pela primeira vez no Brasil a gente sai na rua para pedir para trabalhar. Precisamos e queremos trabalhar. Fora, Kalil”, pediu um dos manifestantes, num carro de som. As carreatas passaram por vários pontos da cidade e concentraram-se defronte a casa do prefeito Kalil.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.