PSB vai ao STF por vacinação de adolescentes

Partido alega que recomendação do Ministério da Saúde não tem 'qualquer embasamento científico'
-Publicidade-
Em 15 de setembro, o Ministério da Saúde suspendeu a recomendação da vacinação nessa fixa etária
Em 15 de setembro, o Ministério da Saúde suspendeu a recomendação da vacinação nessa fixa etária | Foto: Vinicius de Melo/Agência Brasília

O PSB moveu neste sábado, 18, um processo no Supremo Tribunal Federal contra recomendação do Ministério da Saúde pela suspensão da vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos. O partido alega que a medida tomada pela pasta não tem “qualquer embasamento científico”. A peça jurídica pretende garantir a continuidade da imunização, conforme inicialmente autorizado no Plano Nacional de Imunização.

Leia também: “Aos 16 anos, Isabelli morreu depois de tomar a vacina da Pfizer”

A peça se baseia nos dados da Sociedade Brasileira de Imunizações. Segundo a instituição, houve uma melhora significativa nos últimos 60 dias no cenário epidemiológico brasileiro, com quedas de 65% no número de casos e de 58% no de mortes relacionadas à covid-19. O órgão atribui a melhora, principalmente, à vacinação da população do país.

-Publicidade-

Entenda o caso

Em 15 de setembro, o Ministério da Saúde emitiu uma nota suspendendo a recomendação da vacinação contra a covid-19 na faixa etária de 12 a 17 anos. A conteúdo contradiz outra nota emitida dias antes pela pasta em que a imunização dos adolescentes era recomendada.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.