Queiroga: vacinas para crianças chegam ao Brasil na 2ª quinzena de janeiro

Ministério da Saúde fez uma consulta pública sobre o tema e amanhã vai realizar uma audiência pública
-Publicidade-
Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse nesta segunda-feira, 3, que as vacinas da Pfizer contra a covid-19 para crianças começarão a chegar ao Brasil na segunda quinzena de janeiro.

“Na segunda quinzena de janeiro, as vacinas começam a chegar e serão distribuídas, como nós temos distribuído”, disse, após anúncio de envio de médicos para áreas afetadas pelas chuvas na Bahia.

-Publicidade-

O ministro afirmou ainda que o Brasil será “um dos primeiros países a distribuir vacinas para crianças”. Nações como Estados Unidos e Israel já imunizam a faixa etária de 5 a 11 anos.

A Anvisa autorizou, em 16 de dezembro, a aplicação da vacina da Pfizer para crianças. O presidente Jair Bolsonaro é um dos principais críticos à medida.

O chefe do Executivo federal já disse que não vai vacinar sua filha, que tem 11 anos. “Espero que não haja interferência do Judiciário”, disse, na semana passada, ao comentar a sua decisão.

A vacina da Pfizer desenvolvida para crianças é diferente da aplicada em maiores de 12 anos. A dosagem, por exemplo, é menor.

Diante disso, a farmacêutica criou outra embalagem, para não causar confusões na hora da administração. O frasco das crianças é laranja, não azul, como o para adolescentes e adultos.

Para ouvir representantes da sociedade civil sobre a vacinação de crianças, o Ministério da Saúde fez uma consulta pública, que terminou ontem. Amanhã, a pasta realiza uma audiência pública para tratar da questão.

O Ministério da Saúde já informou que sua recomendação é “pela inclusão” da vacinação em crianças de 5 a 11 anos no plano nacional de vacinação.

Mas só em 5 de janeiro, após ouvir a sociedade, formalizará sua decisão, e, mantida a recomendação, a imunização desta faixa etária deverá iniciar ainda em janeiro.

O dia 5 é a mesma data estabelecida pelo ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, para o governo prestar informações sobre a vacinação infantil.

A intenção do Ministério da Saúde é recomendar que crianças sejam vacinadas contra a covid-19, desde que mediante a apresentação de prescrição médica e consentimento dos pais.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.