Renan: ‘Não vamos falar grosso na investigação e miar no relatório’

Relator da CPI da Covid, senador afirma que pedirá o indiciamento do presidente Jair Bolsonaro por supostos crimes durante a pandemia
-Publicidade-
Renan Calheiros, relator da CPI da Covid, vai pedir o indiciamento do presidente Jair Bolsonaro
Renan Calheiros, relator da CPI da Covid, vai pedir o indiciamento do presidente Jair Bolsonaro | Foto: Wallace Martins/Futura Press/Estadão Conteúdo

O relator da CPI da Covid, Renan Calheiros (MDB-AL), afirmou nesta terça-feira, 5, que “com certeza” pedirá o indiciamento do presidente Jair Bolsonaro no relatório final da comissão, por supostos crimes cometidos pelo chefe do Executivo durante a pandemia.

A declaração foi dada a jornalistas no momento em que Calheiros chegou ao Senado para participar da sessão de hoje da CPI, que ouve o depoimento de Raimundo Nonato, sócio-administrador da VTCLog.

Leia mais: “Em parecer, Ives Gandra rebate CPI e afirma que Bolsonaro não cometeu crimes na pandemia”

-Publicidade-

“Com certeza será [indiciado]. Nós não vamos falar grosso na investigação e miar no relatório. Ele [Bolsonaro], com certeza será, sim, pelo que praticou”, afirmou Calheiros.

Segundo o senador, além de Bolsonaro, devem entrar na lista dos pedidos de indiciamento “aquelas pessoas que tiveram participação efetiva no gabinete paralelo, no ‘gabinete do ódio’ e todos aqueles que tiveram responsabilidade no desvio de dinheiro público e na roubalheira”.

Leia também: “Relatório final da CPI da Covid deve ser votado em 20 de outubro”

“Essas pessoas serão responsabilizadas. Nós utilizaremos os tipos penais do crime comum, do crime de responsabilidade, do crime contra a vida, do crime contra a humanidade e estamos avaliando com relação a indígenas a utilização do genocídio”, disse o parlamentar.

Como noticiamos na semana passada, o relatório de Renan Calheiros deve ser apresentado à CPI no dia 19 de outubro e votado pela comissão no dia 20.

Leia também: “A insolência dos farsantes”, artigo de Augusto Nunes publicado na Edição 80 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

9 comentários Ver comentários

  1. Esse é o típico político sujo do Brasil. Não fala e nem escreve direito, corrupto, mau caráter e ainda por cima, dá lições de moral àqueles que poderiam mandá-lo para aquele lugar!!!!!

  2. Este MERDA não sabe nem escrever direito. Não consegue LER o que seus assessores escrevem. Enfim, um retrato vivo do que é o poder político no Brasil.

  3. País espera ansioso pela emissão deste relatório. Será recomendado também pelo relator q para impressão seja utilizado papel NEVE dupla FOLHA, de modo a que possa ser disponibilizado gratuitamente em todas as rodoviárias, postos de combustíveis e paradas de ônibus / trens em todo Brasil.

  4. Algo preocupante é que na CPI não existe defesa por parte do acusado. Inclusive, o conceito de gabinete paralelo que tinha pessoas que espontâneamente colaboravam com ideias e teses sobre a pandemia e seu combate também o fizeram sem presença. Ou seja, por telefone ou conversas pessoais. Só aqui no RS mais de 30 médicos foram consultados. A ocasião exigia a participação de diversos técnicos, pois a pandemia estava avassaladora e seu debate não poderia ficar só com meia dúzia de gatos pingados. Um Presidente ou um Governador deve ouvir e pedir opiniões de várias pessoas. Mas, o Bolsonaro não vai pedir para ser ouvido na CPI e contestar as mentiras?

    1. Não se rebaixará tanto!!!
      Pelo contrário, esse relatório é mais um passaporte para a desgraça desses bandidos nas próximas eleições. Na verdade, o legislativo federal inteiro está sob júdice da sociedade, e dificilmente a renovação nas duas casas será inferior a 50%, o que é salutar ao saneamento da honradez de todos os brasileiros.
      Esses crápulas abusaram tanto, que somente assim entenderão que as mídias sociais apressaram o entendimento sobre a “política” nesta misera de país.
      Nos velhos tempos as notícias chegavam da Europa em navios. Hoje? só estamos preocupados com a relação FACEBOOK/TSE. A infalibilidade é somente das urnas brasileiras.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.