Saúde anuncia compra de 10 milhões de doses da Sputnik V

Cronograma inicial prevê 400 mil doses até o final de abril
-Publicidade-
Vacina Sputnik V
Vacina Sputnik V | Foto: Reprodução

O Ministério da Saúde assinou nesta sexta-feira, 12, contrato para a compra de 10 milhões de doses da vacina Sputnik V, desenvolvida pelo instituto russo Gamaleya. Os imunizantes virão da Rússia e serão importados pelo laboratório brasileiro União Química.

O cronograma incialmente previsto de entregas indica a possibilidade de chegada ao Brasil de 400 mil doses até o final de abril, 2 milhões no fim de maio e 7,6 milhões em junho. A vacina ainda precisa ser avaliada pela Anvisa.

-Publicidade-

Leia mais: “Anvisa aprova primeiro medicamento contra a covid-19”

Pelas redes sociais, o ministério disse que a União Química pretende fabricar vacinas em plantas que possui em São Paulo e no Distrito Federal, para atender à demanda nacional. “A possibilidade será avaliada pela Saúde nas próximas semanas e poderá levar à concretização de outro acordo comercial”, destaca a pasta.

Consórcio Nordeste

O consórcio formado por Estados da Região Nordeste informou que vai formalizar a compra de outros 39 milhões de doses da vacina Sputnik V, nesta sexta-feira, 12. A assinatura do contrato com o Fundo Soberano Russo acontecerá em parceria com o Ministério da Saúde.

Segundo o governo do Piauí, serão entregues 10 milhões de doses de forma emergencial.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.