Toffoli suspende ação da PF no gabinete de José Serra

Tucano é alvo de inquérito que apura suposto caixa 2 de R$ 5 milhões
-Publicidade-
O presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli | Foto: NELSON JR./SECOM/STF
O presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli | Foto: NELSON JR./SECOM/STF | O presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli | Foto: NELSON JR./SECOM/STF

Senador tucano é alvo de inquérito que apura suposto caixa dois de R$ 5 milhões

toffoli
Ministro Dias Toffoli assinou a determinação em favor do parlamentar
Foto: NELSON JR./SECOM/STF
-Publicidade-

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, decidiu hoje suspender a ação da Polícia Federal (PF) de cumprir o mandado de busca e apreensão no gabinete do senador José Serra (PSDB-SP), em Brasília. Os agentes estavam no local para seguir ordens da Justiça. Ainda no âmbito da operação, o fundador da Qualicorp, José Seripieri Junior, foi preso temporariamente.

Em suma, Toffoli argumentou que Serra tem foro privilegiado em razão de ser parlamentar. Não está, portanto, submetido a ações vindas da primeira instância. Assim sendo, responde apenas ao STF. Conforme noticiou Oeste, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), barrou a entrada da PF no local. O tucano foi alvo de uma operação deflagrada na manhã desta terça-feira, 21.

“Defiro a liminar para suspender a ordem judicial de busca e apreensão proferida em 21 de julho de 2020 pelo Juiz Marcelo Antonio Martin Vargas, da 1ª Zona Eleitoral de São Paulo, nas dependências do Senado Federal, mais especificamente no gabinete do senador José Serra. Comunique-se, com urgência, solicitando informações à autoridade reclamada”, decidiu Toffoli.

Leia também: “Maia está sentado sobre o fim do foro privilegiado há 3 anos”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

17 comentários

    1. O bom é que este tipo de ação só expõe toda a safadeza existente nestes órgãos. Fortalece muito a posição do presidente como homem simples e sério.

  1. Assim fica comprovado que gabinete de deputados e senadores é o lugar mais seguro para se guardar valores, documentos ou qualquer prova de crime. Aqui ninguém tasca, mano! É nóis na fita.

  2. ATÉ QUANDO VAMOS FICAR A MERCE DESSA GENTE? NHONHO ESTÁ COM O FORO PRIVILEGIADO(NA GAVETA) DESDE FEV.19.
    OS POLITICOS SAO PESSOAS MELHORES?, CONSTITUIÇÃO NAO VALE PARA ELES( JUDICIÁRIO/LEGISLATIVO/EXECUTIVO)?.
    NÃO ERA PARA TER UMA IMPRENSA INDEPENDENTE(SEM VERBAS GOVERNAMENTAIS) E, MOSTRAR, EXPOR ESSES DESMANDOS?, E/OU ESTÃO ESPERANDO A VOLTA (IMPOSSIVEL) DO LULALADRÃO?. TENHAM PACIENCIA.

  3. Sabe o pior? Ficar à mercê de um STF compromissado com bandidos corruptos e ainda ouvir da rede globo que qualquer “ofensa” à facção STF é um crime contra a democracia.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.