Um apelo ao retorno da utopia no País

É preciso reavivar a utopia democrática. A política não pode se resumir à necedade bolsonarista ou à malícia lulopetista, ou ainda aos titubeios tucanos, ou à caradura do centrão.
-Publicidade-
Senado Federal | Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado
Senado Federal | Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

No editorial do jornal O Estado de S. Paulo deste domingo, um breve mergulho no passado para entender o presente. O editorialista lembrou o leitor que, em janeiro de 1919, o jornal publicou um editorial em que defendia a candidatura presidencial de Rui Barbosa, o jurista que desafiou as elites da época e fez a primeira campanha eleitoral moderna.

Barbosa foi derrotado por Epitácio Pessoa, mas deixou muitas lições, entre elas a necessidade da utopia. Rui Barbosa é um dos exemplos de “líderes que procuraram instilar na população o sentimento de coletividade, do pertencimento verdadeiramente patriótico, e que olhavam não apenas para a resolução dos problemas do presente, mas para a semeadura do futuro,” afirma o editorialista.

-Publicidade-

Ainda, ao analisar a trajetória política do País nestes mais de cem anos de República, faz um apelo: “É preciso reavivar a utopia democrática. A política não pode se resumir à necedade bolsonarista ou à malícia lulopetista, ou ainda aos titubeios tucanos, ou à caradura do centrão. Em todos e em cada um desses casos, salvo honrosas exceções, prevalece o interesse paroquial e imediato, cuja fatura será paga, como sempre, pelas gerações seguintes.”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

7 comentários

  1. Utopia com Roberto Jefferson, Valdemar Costa Neto e Gilberto Kassab. Vão cobrar quanto pela nomeação de Ramaneda e Julio Oliveira?

    O pai dos burros tem o significado de Utopia.

    Bolsonaro está longe do seu significado. Na verdade, o governo Bolsobaro acabou. Agora entra o centrão capitaneado pelos 4 acina, que não são do apocalipse, para desespero de muito pastor.

    E a covid-19. Esqueceram? Está na porta. A taxa de crescimento de contaminação está encostando na americana, no mesmo período. Só que eles têm hospitais. A gente, como visto em Manaus, só tem… deixa pra lá.

  2. Afinal, qual o sentido dessa matéria da Oeste? Um resumão dum editorial que, no final das constas, não diz nada. Assinei a Oeste para ficar lendo resumão de editorial do Estadão?

  3. Utopia é homogeneidade que implica em ausência de pensamento crítico, ou seja, Ultra Esquerdismo Clássico. S.O.C.O.R.R.O.! Chuta que é macumba!

  4. A direita e a esquerda sempre existiram em qualquer democracia de verdade. Utopia será imaginar uma democracia no Brasil sem o Centrão, seu fisiologismo, sua capacidade de corromper o que convém e sua falta de ideologia. Só uma total reforma política para mudar este quadro. Mas isto o Centrão não permitirá.

  5. Xi, parece que vou me decepcionar com a Revista Oeste. Para que citar o Estadão se a própria revista tem analistas excelentes para escrever um editorial? Diante da grave situação política do país, fica muito vago eleger como causa dos problemas os interesses paroquiais. Afinal, o executivo sendo tutelado pelo poder judiciário e pelo legislativo não é uma questão nada trivial.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site