Vacina da Oxford é aprovada para uso emergencial na Índia

Também a agência reguladora do país autorizou a liberação de um imunizante nacional
-Publicidade-
Primeiro-ministro celebrou: "É um ponto de virada decisivo!"
Primeiro-ministro celebrou: "É um ponto de virada decisivo!" | Foto: Divulgação/Freepik

Também a agência reguladora do país autorizou a liberação de um imunizante nacional

uso emergencial
Primeiro-ministro celebrou: “É um ponto de virada decisivo!” | Foto: Divulgação/Freepik

A “Anvisa da Índia” autorizou neste domingo, 3, o uso emergencial do protótipo de vacina contra a covid-19 da Universidade de Oxford. O imunizante experimental é patrocinado pela farmacêutica AstraZeneca e já está em uso no Reino Unido e na Argentina. A aprovação é um marco para a Índia, que é o segundo país com mais infecções por coronavírus. Conforme a agência de notícias Reuters, mais de 50 milhões de doses do produto já foram armazenadas pelo fabricante local, o Serum Institute of India. Além disso, a agência reguladora de saúde deu sinal verde à vacina Covaxin, produzida pela indiana Bharat Biotech. No Twitter, o primeiro-ministro Narendra Modi comemorou: “É um ponto de virada decisivo!”. Também o governo estuda pedir autorização para uso emergencial das vacinas Pfizer/BioNTech e Gamaleya/Sputnik V.

-Publicidade-

Leia também: Anvisa autoriza importação de dois milhões de doses da vacina da Oxford

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.