Vídeos do canal Terça Livre são apagados do YouTube

Medida contraria a decisão do desembargador Mathias Coltro, do TJ-SP, que decidiu pela volta integral do canal
-Publicidade-
Allan dos Santos é um dos criadores do Terça Livre
Allan dos Santos é um dos criadores do Terça Livre | Foto: Reprodução/YouTube

Todos os vídeos do canal Terça Livre foram excluídos do YouTube nesta terça-feira, 10. Com 1,2 milhão de inscritos, o canal aparecia como visível, mas seu conteúdo não podia ser acessado pelos usuários da plataforma. No fim da tarde, os vídeos voltaram a ser exibidos normalmente.

A medida contraria a decisão do desembargador Mathias Coltro, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), que em 21 de julho decidiu pela volta integral do canal, suspenso no dia 15 do mesmo mês. O YouTube avalia os motivos que fizeram os vídeos do Terça Livre sair do ar.

Leia também: “A polícia da informação”, reportagem de Augusto Nunes e Branca Nunes publicada na Edição 60 da Revista Oeste

-Publicidade-
Telegram
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro