Weintraub é nomeado diretor-executivo do Banco Mundial

Ex-ministro da Educação ocupará o cargo até 31 de outubro deste ano
-Publicidade-
O ex-ministro da Educação vai ocupar um cargo no Banco Mundial | Foto: MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL
O ex-ministro da Educação vai ocupar um cargo no Banco Mundial | Foto: MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL | O ex-ministro da Educação vai ocupar um cargo no Banco Mundial | Foto: MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

Ex-ministro da Educação ocupará o cargo até 31 de outubro deste ano

weintraub
Ex-ministro vai ocupar cargo numa das instituições financeiras mais prestigadas do mundo 
Foto: MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL
-Publicidade-

O Banco Mundial anunciou na quinta-feira 30 que o ex-ministro da Educação (MEC) Abraham Weintraub foi aprovado como diretor-executivo do conselho da instituição. Ele irá assumir o cargo na primeira semana de agosto e cumprirá o atual mandato que termina em 31 de outubro de 2020, quando a posição será novamente aberta para eleição.

“Confirmamos que o sr. Abraham Weintraub foi eleito pelo grupo de países (conhecido como constituency) representando Brasil, Colômbia, República Dominicana, Equador, Haiti, Panamá, Filipinas, Suriname e Trinidad e Tobago para ser Diretor Executivo no Conselho do Banco”, informou a instituição em comunicado.

Weintraub deixou o MEC em 18 de junho desgastado pela divulgação do vídeo em que afirma que os ministros do Supremo Tribunal Federal merecem ser presos. Além disso, sua família foi ameaçada diversas vezes, conforme o ex-ministro. Portanto, ao renunciar, decidiu morar nos Estados Unidos, para assumir o cargo no banco e ter mais segurança.

Leia também: Milton Ribeiro inicia montagem de sua equipe

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comentários

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.