Witzel elogia filho de Calheiros: ‘Renanzinho’

Ex-governador do Rio de Janeiro presta depoimento à CPI da Covid

A Oeste depende dos assinantes. Assine!

-Publicidade-
Da esq. para a dir., ex-governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel, presidente da CPI da Covid, Omar Aziz, e relator da CPI, Renan Calheiros | Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado
Da esq. para a dir., ex-governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel, presidente da CPI da Covid, Omar Aziz, e relator da CPI, Renan Calheiros | Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

O ex-governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel e o relator da CPI da Covid, Renan Calheiros (MDB-AL), trocaram gentilezas nesta quarta-feira, 16. O ex-juiz disse ter certeza de que corre risco de vida ao prestar depoimento e falar sobre a “máfia da saúde no Rio de Janeiro”. Em resposta, o senador prestou “solidariedade” em nome da comissão.

— Senador Renan, muito obrigado pela solidariedade, obrigado. Pela primeira vez, eu estou tendo a solidariedade do Parlamento brasileiro. E agradeço que tenha vindo de vossa senhoria, que sabe muito bem quanto nós governadores estamos sofrendo, porque tem o seu filho como governador, o governador Renanzinho, que é uma pessoa muito querida; gosto muito do trabalho do governador Renanzinho — disse Witzel.

Leia mais: “CPI decide não ouvir depoimento sobre Consórcio Nordeste”

-Publicidade-
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

7 comentários Ver comentários

  1. Os políticos deveriam se envergonhar do que está acontecendo com a nossa nação. Políticos corruptos, ministros do STF parciais, deixando a constituição em segundo plano, fazendo ativismo judicial, dando péssimo exemplo de honestidade e moralidade. Isso sim é uma vergonha nacional. Essa é a verdadeira imagem que deve estar sendo mostrada no exterior. O que está acontecendo nessa CPI é uma vergonha! Corruptos interrogando pessoas do bem, deixando de lado o foco principal que é investigar o desvio dos recursos destinados aos governadores e prefeitos durante à pandemia.

  2. Esse “Circo de Pilantragem Inquisitorial” já tem seu relatório pronto desde seu início, cujo único alvo é desgastar a imagem do Presidente Bolsonaro, nada mais! O que dizer dele ser comandado por prontuários criminais ambulantes, além de convidar para ser ouvidos ex-governadores defenestrados do cargo por atos comprovados de corrupção? É o lixo do lixo! Estrumes, no dialeto correto!

  3. MAIS ATO DA COMÉDIA ENCENADA PELO CIRCO DE QUINTA CATEGORIA !!! O QUE SE TEM QUE OUVIR EM NOME DA DEMOCRACIA!!! NINGUÉM MERECE!!! O CONSELHEIRO ACÁCIO JÁ ESTÁ EM ESTADO COMA!!!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.