YouTube derruba canais do site Terça Livre

Plataforma garante que houve violação dos termos de serviço; donos da página tirada do ar falam em censura
-Publicidade-
O jornalista Allan dos Santos
O jornalista Allan dos Santos | Foto: Divulgação/Agência Brasil

Na noite da quarta-feira 3, o YouTube tirou do ar dois canais do site Terça Livre. A plataforma justificou a medida alegando que houve violação reiterada dos termos de serviço do site. “Todos os conteúdos precisam seguir as diretrizes da comunidade”, informou a empresa, em nota obtida pelo empresário Paulo Figueiredo, colaborador do veículo censurado. Ainda segundo a companhia de mídia, ela “se reserva o direito de restringir a criação de conteúdo de acordo com os próprios critérios”.

Italo Lorenzon, um dos fundadores do Terça Livre, lamentou o ocorrido no Instagram: “Talvez essa seja a maior porrada que a gente já tomou em termos de censura. Não podemos dizer que estamos surpresos com o que aconteceu”. Lorenzon garante, porém, que as atividades multimídia continuarão em outros meios. Comandado pelo jornalista Allan dos Santos, o Terça Livre chegou a ter 1,1 milhão de seguidores no YouTube.

-Publicidade-

O Sleeping Giants Brasil comemorou no Twitter o ocorrido: “O Terça Livre foi banido do YouTube. Depois de mais de 100 empresas bloquearem os seus anúncios após a nossa denúncia, o canal principal e o reserva foram banidos! Essa é mais uma vitória de todos vocês. Eles nos obrigaram a sair do anonimato e acharam que iam nos calar! O nosso trabalho continuou e tudo isso foi possível graças aos mais de 2000 doadores em nossa campanha”.

Leia também: “Os novos senhores do mundo”, artigo de Ana Paula Henkel publicado na edição 43 da Revista Oeste

Leia também: “YouTube censura vídeo sobre outdoor de Doria em Campo Grande”

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site