Foto: Shutterstock
Foto: Shutterstock

O clínico geral da humanidade

Espirrou? Tossiu? Dor de cabeça? Dor de corno? Fica tranquilo. Espera a próxima declaração do Siou da Faizer e seus problemas acabaram

O Siou da Faizer disse que será necessária a aplicação da quarta dose da vacina que ele produz e vende. Ele não disse isso a um vizinho ou a um amigo da família. O Siou da Faizer disse isso ao mundo.

E o que fez o mundo? Dobrou-se em respeitosa audição e jogou a “informação” nas manchetes. Se o Siou da Faizer falou, tá falado.

É um momento libertador. Chega de intermediários. Agora você entende por que é tão difícil encontrar no noticiário (ou em qualquer lugar) referências a todos os plenamente vacinados que se hospitalizaram ou morreram de covid (ver por exemplo UKHSA Vaccine Surveillance Report — óbitos em fevereiro na Inglaterra). Não é pra falar disso mesmo não. Seria uma indelicadeza com o Siou da Faizer, benfeitor de tanta gente. Então bico calado e vamos à quarta dose.

A vida ficou muito mais simples. Era uma burocracia danada esse negócio de depender de médicos — um pra cada problema. Felizmente isso acabou. Agora você já sabe o que fazer. Espirrou? Tossiu? Dor de cabeça? Dor de corno? Fica tranquilo. Espera a próxima declaração do Siou da Faizer e seus problemas acabaram.

O ser humano não é tão complexo assim. Se você tomar certinho todas as doses da vacina de covid que o Siou da Faizer te mandar tomar, suas chances de felicidade aumentam muito. Duvida?

Então olha as manchetes à sua volta e veja a verdade suprema reluzindo como um letreiro de neon na sua cara: a vacina de covid é boa; a vacina de covid é ótima; a vacina de covid é segura; a vacina de covid é eficaz; a vacina de covid é a solução; a vacina de covid é o salto civilizatório; a vacina de covid corrige geneticamente a sua imunidade que era uma porcaria, como tudo que é selvagem e não recebeu ainda o upgrade do Bill Gates; enfim, a vacina de covid é uma coisa que… sei lá, nem tenho palavras. Fico até emocionado.

O Siou da Faizer tem imunidade judicial contra efeitos adversos da vacina que ele vende

Com esse grau de rigor científico você pode voltar a viver tranquilo, recuperando a fé na espécie humana que você havia perdido quando ainda não era uma pessoa triplamente vacinada, ou quadruplamente vacinada, distinguindo-se dos quadrúpedes que não entendem o que diz o Siou da Faizer. Quando você for quintuplamente vacinado vão te deixar até entrar numa palestra do Bill Gates sem máscara — para você assistir embevecido à profecia sobre a próxima pandemia, da qual você só vai escapar se estiver com o “esquema vacinal completo”.

O esquema vacinal é a coisa mais moderna que existe. Quem não está no esquema está morto. Não tem nem conta em rede social. Não tem facilidades, não tem carinho da burocracia bilionária, não tem nem direito a trabalhar — nos lugares (a maioria) em que o esquema foi implantado de maneira correta. Entre no esquema e seja feliz.

Saboreie a visão desses sujos do lado de fora mostrando o avanço das miocardites, das tromboses, dos AVCs, dos infartos ceifando vidas jovens e saudáveis logo após a vacina de covid — e é claro que você sabe que não tem nada a ver uma coisa com a outra, porque se as manchetes não disseram nada é porque o Siou da Faizer achou tudo normal. Ele tem imunidade judicial contra efeitos adversos da vacina que ele vende — e isso só pode ser sinal de que o produto é seguro.

Modernidade é simplicidade. Acabou aquela burocracia de consultar OMS, Sociedade de Infectologia, Ministério da Saúde, Anvisa, clínico geral, cardiologista, neurologista, pediatra e outros intermediários. Basta a mensagem do Siou da Faizer — o resto será repetição. Tenha sempre à mão o seu documento único de cidadão no esquema. E não se esqueça: se precisar de um médico, procure um empresário.

Leia também “Bomba e purpurina”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

27 comentários Ver comentários

  1. Na Bahia comunista, não vacinados com 3 doses não tem acesso a nenhum serviço publico, sequer consegue adentrar as instalações e, o que é mais grave, o BR está se esquecendo da Bahia e do seu autoritarismo. As pessoas, vencidas, já não reclamam, apenas aceitam e cumprem e assim o absurdo vai se impondo e se fazendo normal…o “novo normal” que eles tanto queriam.

  2. Fiuza com razão não é crítico das vacinas longamente testadas e utilizadas para outras viroses há décadas. Com razão, critica vacinas que com menos de 1 anos de pesquisas, testes inacabados e eventos adversos é tomada por quem se diz CIÊNCIA para COMERCIALIZAR sem se RESPONSABILIZAR. É o caso do SIOU DA FAIZER. Dai porque também não critico Jose Maria Trindade que neste caso esta sendo mal interpretado por leitores quando afirma que vacina é a solução para prevenir, só que estas da COVID ainda não conquistaram essa segurança e eficácia.

    1. Agora até quem fala em “quantidade X de doses” é negacionista. O “in”, o “cool”, o passaporte pra ser aceito na patota é ter o “esquema vacinal completo”. Parafraseando aquela personagem de novela, “cada picada é um flash!”.

  3. amei a fina ironia, mas acho que o Siou da Faizer vai atacar novamente, a “ciência” já está falando de “nova” variante a deltacrom que, segundo eles (ciência) é mais letal que a delta e mais transmissível que a omicrom e vamos lá encher o bolso do Siou da Faizer novamente.

  4. Fiuza, Parabéns. Escancarando a hipocrisia e com humor. O siou da Fizer está dando risadas com os bolsos cheios. Quanto ao Zé Maria, ele que se cale quando o assunto é vacina. Só fala merda.

  5. Pois é, Fiuza, os mesmos canalhas que literalmente pensam – ou dizem – que “a vacina de covid corrige geneticamente a sua imunidade”, como bem dito por você, são aqueles que são contra os alimentos transgênicos pelo medo de eventual mutação. Puta que los pariu.

  6. Excelente, Fiuza, mas aconselho você a conversar com seus colegas de bancada, pois até o Augusto Nunes nessa edição mesmo falou besteira – na minha opinião – afirmando que a imunidade aumentou por causa da quantidade de vacinados. Tenha a santa paciência, essas vacinas não valeram de NADA, NADA. O Zé Maria eu já desisti. É uma besta quadrada q

    1. Completando meu comentário (cliquei em enviar sem querer antes de concluir) o Zé Maria é uma besta que vive repetindo como papagaio que a única saída é a vacina. Francamente, quando foi que ele desligou o cérebro dele?

  7. Fiúza, o Siou da Fizer está certo, ora bolas. Tanto está, que o fundo de investimento Fizer está em alta. Comprei algumas cotas é estou satisfeito com a rentabilidade, apenas esperando muitas doses de vacina, da Fizer é claro. Abraço

  8. E tem mais. Se vc apresentar exame de anticorpos neutralizantes comprovando que desenvolveu anticorpos a partir da imunização natural, nada vale. Só valem os anticorpos criados artificialmente pela indústria farmacêutica. Aliás, essa conversa de imunização natural, convenhamos, é uma deselegância com o Siou da Faizer.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.