Releitura do quadro <i>O Grito</i>, Edvard Munch | Foto: Montagem Revista Oeste
Releitura do quadro O Grito, Edvard Munch | Foto: Montagem Revista Oeste

O medo de ter medo

A palavra “fobia” está sendo vulgarizada por motivos políticos e ideológicos. Mas os medos de verdade estão em todos nós

Prezado leitor: o que você teme? Não me refiro aqui a banalidades, como o medo de perder o emprego ou de sujar a roupa branca em público comendo um spaghetti al sugo. Aqui iremos mais fundo. Vamos falar de pavor. De pânico paralisante. Vamos falar de fobias.

A palavra fobia vem do grego Phobos, o filho de Ares e Afrodite. Segundo a Enciclopédia Britânica, fobia significa “medo irracional de um objeto ou situação específicos”. É classificada como um “tipo de desordem de ansiedade, já que a ansiedade é o principal sintoma sentido pelo paciente”. 

Às vezes, a fobia está ligada a um trauma. O caso clássico é o adulto que quase se afogou quando criança e passou a ter medo exagerado de água. Em outros casos, a razão da fobia é puro mistério. Muitas vezes reflete um problema oculto no subconsciente.

Ultimamente, a expressão fobia foi vulgarizada por motivos políticos e ideológicos. Expressões como transfobia, bifobia, homofobia, lesbofobia passaram a ser espalhadas gratuitamente para nos colocar uns contra os outros e tentar ganhar votos e dinheiro com isso. É poeira ao vento, que não atinge os que não temem nem poeira nem vento. Existem homofóbicos de verdade, claro. Mas atualmente a palavra está virando um mero instrumento de cancelamento gratuito.

Tratamento por realidade virtual

Fobia é um assunto sério demais para ser relegado a militantes oportunistas. Segundo pesquisa da Universidade Johns Hopkins, diversos tipos de fobias afetam 19 milhões de norte-americanos e podem se manifestar já na primeira infância. Mas atacam tipicamente jovens de 15 a 20 anos. É a idade da insegurança e da transformação.

As fobias não dependem de traumas para ser disparadas. Podem surgir do nada, como a lembrança de uma vida passada, e podem causar muito transtorno e sofrimento. É o caso da agorafobia, o medo de frequentar espaços cheios de gente. Agorafóbicos não se desenvolvem socialmente, e têm a vida profissional fortemente prejudicada.

O site português Atlas da Saúde fez uma lista totalizando mais de 400 fobias específicas

Outro problema comum é a fobia social: o medo de ver outras pessoas. Segundo dados de 2019 do Congresso Brasileiro de Psiquiatria, os brasileiros são campeões latino-americanos nesse tipo de medo. Dos brasileiros, 26 milhões, ou 13% da população, sentem a angústia de sair, a ansiedade asfixiante de não querer enfrentar um local público e a vontade irresistível de botar o pijama e se trancar em casa.

Mas existem dezenas, centenas de fobias muito específicas. Algumas são trágicas, outras provocam uma risada inevitável em quem ouve falar delas. São dramas terríveis para quem delas sofre. Pesadelos permanentes, indomáveis.

Mais de 400 formas de medo

Segundo o site Healthline, existem três tratamentos básicos para fobias. 1) Terapia de exposição. Exemplo: guiado por um terapeuta, quem tem medo de altura passo a passo chega o mais próximo possível de seu pior pesadelo — até se acostumar com ele. Uma variação desse tratamento está sendo possível através da tecnologia de realidade virtual, em que situações fóbicas são simuladas de maneira realista. 2) Medicação antiansiedade. São apenas auxiliares nas terapias de exposição. 3) Outras medicações auxiliares, como betabloqueadores e benzodiazepínicos, que também agem na redução da ansiedade.

O site português Atlas da Saúde fez uma lista totalizando mais de 400 fobias específicas. A lista parece às vezes uma relação de casos clínicos exóticos e improváveis. Como alguém pode ter medo de ouvir música, ou de rir, ou de ter prazer?

Mas, se viajar pela lista com a mente aberta, você vai perceber que muitos desses medos estão ao redor de nós, em pessoas que achamos conhecer tão bem. Eles se revelam com clareza no comportamento de figuras públicas. E muitas dessas fobias estão escondidas em recantos escuros de nossas próprias mentes, prontas a nos dar um susto quando menos esperamos.

A

Ablutofobia — Medo de tomar banho 

Acluofobia — Medo do escuro ou da escuridão

Acrofobia  Medo das alturas

Acusticofobia — Medo do barulho

Aeronausifobia  Medo de vomitar durante viagem de avião

Afefobia — Medo de contato físico

Agirofobia Medo de ruas ou de cruzamentos nas ruas

Aicmofobia — Medo de agulhas de injeção ou objetos pontiagudos

Ailurofobia  Medo de gatos

Aliumfobia — Medo de alho

Amaxofobia Medo de dirigir

Amicofobia — Medo de se coçar

Anablefobia Medo de olhar para cima

Anemofobia Medo de vento

Antlofobia Medo de enchentes

Anuptafobia Medo de ficar solteiro ou solteira

Apotemnofobia Medo de pessoas amputadas

Aracnofobia  Medo de aranhas

Poster de divulgação do filme "Tarantula" (1955)
Pôster de divulgação do filme Tarantula (1955) | Foto: Wikimedia Commons

Aritmofobia Medo de números

Astrafobia — Medo de trovões e relâmpagos

Atefobia  Medo de ruínas

Atiquifobia — Medo do fracasso

Aurofobia  Medo de ouro

Autodisomofobia Medo de alguém cheirando mal

Autofobia  Medo de ficar só ou sozinho

Automisofobia Medo de se sujar

Aviofobia — Medo de voar de avião

B

Bacteriofobia Medo de bactérias

Batofobia Medo de altura

Batonofobia Medo de plantas

Batracnofobia  Medo de anfíbios

Bibliofobia — Medo de livros

Bromidrosifobia — Medo do cheiro do corpo

Brontofobia  Medo de trovões e relâmpagos

C

Cacofobia  Medo do que é feio

Cacorrafiofobia — Medo de fracassar

Caetofobia — Medo de cabelo

Cainofobia — Medo de novidades

Caliginefobia  Medo de mulheres bonitas

Catagelofobia — Medo de ser ridículo

Catisofobia  Medo de se sentar

Catoptrofobia — Medo de espelhos

Cenofobia — Medo de coisas ou ideias novas

Ciberfobia — Medo de computadores

Cibofobia — Medo de comida

Ciclofobia — Medo de bicicleta

Cimofobia — Medo de ondas ou de movimentos parecidos com ondas

Cinofobia — Medo de cães

Claustrofobia — Medo de espaços fechados

Cleptofobia — Medo de ser roubado

Clinofobia — Medo de ir para a cama

Coimetrofobia — Medo de cemitérios

Coitofobia — Medo de sexo

Cometofobia — Medo de cometas

Coprofobia — Medo de fezes

Corofobia — Medo de dançar

Coulrofobia  Medo de palhaços

Criofobia — Medo de frio intenso

Crometofobia Medo de dinheiro

Cromofobia — Medo de cores

Cronofobia — Medo do tempo

Cronomentrofobia — Medo de relógios

D

Decidofobia — Medo de tomar decisões

Dendrofobia — Medo de árvores

Dentofobia — Medo de dentistas

Didasqualeinofobia — Medo de ir à escola

Dromofobia — Medo de cruzar ruas

E

Eclesiofobia — Medo de igreja

Eisoptrofobia — Medo de espelhos

Electrofobia  Medo da eletricidade

Eleuterofobia — Medo da liberdade

Entomofobia — Medo de insetos

Epistemofobia — Medo do conhecimento

Ergofobia  Medo de trabalhar

Esciofobia Medo de sombras

Escotomafobia — Medo de ficar cego

Eufobia — Medo de ouvir boas notícias

F

Farmacofobia — Medo de tomar remédios

Filemafobia — Medo de beijar

Filofobia  Medo de se apaixonar

Fobofobia  Medo de fobias

Fronemofobia — Medo de pensar

G

Gamofobia — Medo de casar

Gefirofobia — Medo de atravessar pontes

Geliofobia —- Medo de rir

Gerontofobia — Medo de pessoas idosas

Geumafobia — Medo de sabores

Glossofobia — Medo de falar em público

Gnosiofobia — Medo do conhecimento

H

Hedonofobia — Medo de sentir prazer

Heliofobia — Medo do sol

Hemofobia — Medo de sangue

Hidrofobia — Medo da água

Hielofobia — Medo de vidro

Hipengiofobia — Medo de responsabilidades

Homiclofobia — Medo da neblina ou nevoeiro

I

Iatrofobia — Medo de ir ao médico

Ictiofobia — Medo de peixe

L

Laliofobia — Medo de falar

Leucofobia — Medo de colarinhos brancos

Ligirofobia — Medo de barulhos

Lissofobia Medo de ficar louco

M

Mageirocofobia — Medo de cozinhar

Mecanofobia — Medo de máquinas

Megalofobia — Medo de coisas grandes

Melofobia — Medo ou ódio de música

Meteorofobia — Medo de meteoros

Poster de divulgação do filme "Rastros do Espaço" (1957)
Pôster de divulgação do filme Rastros do Espaço (1957) | Foto: The Movie Database

Metrofobia — Medo ou ódio de poesia

Mnemofobia — Medo de lembranças

Motorfobia — Medo de automóveis

Musofobia — Medo de ratos

N

Neofobia — Medo de qualquer coisa nova

Noctifobia — Medo da noite

Nosocomefobia — Medo de hospital

Nostofobia — Medo de voltar para casa

Nudofobia  Medo de nudez

Numerofobia —- Medo de números

O

Oenofobia — Medo de vinho

Ombrofobia — Medo de chuva

Oneirofobia — Medo de sonhos

Ornitofobia — Medo de pássaros

P

Panofobia — Medo de tudo

Papirofobia — Medo de papel

Parturifobia — Medo de parto

Pediofobia — Medo de bonecas

Peladofobia  Medo de carecas

Peniafobia — Medo da pobreza

Pogonofobia — Medo de barbas

Politicofobia — Medo de políticos

Prosofobia — Medo do progresso

Q

Quenofobia — Medo de espaços vazios

Querofobia — Medo de alegria

Quionofobia — Medo de neve

S

Selenofobia — Medo da lua

Sesquipedalofobia — Medo de palavras grandes

Siderofobia — Medo de estrelas

Singenesofobia — Medo de parentes

Sofofobia  Medo de aprender

Somnifobia — Medo de dormir

Soteriofobia — Medo de dependência dos outros

T

Tacofobia  Medo de velocidade

Tafefobia — Medo de ser enterrado vivo

Talassofobia — Medo do mar

Tanatofobia — Medo da morte

Teatrofobia — Medo de teatro

Tecnofobia — Medo de tecnologia

Termofobia — Medo de calor

Testofobia — Medo de fazer provas escolares

Tiranofobia — Medo de ditadores

U

Uranofobia — Medo do céu

Urofobia Medo de urinar

V

Vacinofobia — Medo de vacinas

Verbofobia — Medo de palavras

Vestifobia — Medo de vestir roupa

Z

Zelofobia  Medo de ter ciúmes

Zoofobia — Medo de animais

Leia também “A alma da máquina” 

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

6 comentários Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.