Pular para o conteúdo
publicidade
Luiz Inácio Lula da Silva cumprimenta o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco ao lado do vice-presidente Geraldo Alckmin e parlamentares aliados | Foto: Divulgação/Ricardo Stuckert|Deputado Deltan Dallagnol e senador Sergio Moro | Foto: Montagem Revista Oeste/Agência Brasil |Presidente Luiz Inácio Lula da Silva em reunião ministerial | Foto: José Cruz/Agência Brasil
Edição 156

À espera de um novo triplex

O Brasil, hoje, é um Estado no qual a corrupção é publicamente permitida e incentivada — e no qual os que se opõem ao crime são perseguidos oficialmente pela máquina da justiça

J. R. Guzzo
-

Digamos que um ministro ou um outro marajá qualquer do governo Lula receba de presente de uma empreiteira de obras públicas, um dia desses, um apartamento triplex na praia das Astúrias, no centro do Guarujá. Ou, talvez, que uma outra empreiteira de obras pague as reformas de um sítio frequentado por outro ministro (ou pelo mesmo), com nota fiscal e tudo, incluindo adega e lago com pedalinho — na estância hidromineral de Atibaia, por exemplo. O que você acha, sinceramente, que iria acontecer? Pense dois minutos, ou até menos. O que o presidente da República iria dizer a respeito disso para o companheiro que ganhou os presentes? E o Supremo Tribunal Federal, ou alguma outra repartição da justiça, ou um juiz qualquer deste país — fariam o quê? O ministro seria demitido do cargo pelo presidente, na hora, com um discurso emocionado em prol da honestidade? Seria processado no STF, condenado no caso de ficar provada a sua culpa e colocado na cadeia para cumprir a pena? Até uma criança com 10 anos de idade sabe que não aconteceria nem uma coisa e nem outra — mas não mesmo, de jeito nenhum, com a mesma certeza que se pode ter que o mês de março vem logo depois do mês de fevereiro. Lula seria obrigado a dizer: “Aconteceu igualzinho comigo. Tamo junto”. O que ele poderia falar que não fosse exatamente isso? O STF iria chegar à conclusão imediata de que o ministro não fez nada de mais, que a acusação não tem provas, mesmo que houvesse a confissão dos corruptores e evidência física da corrupção — e que, de qualquer jeito, o CEP do processo está errado. Se Lula fez as mesmas coisas, e foi descondenado pelo STF, por que estaria errado com o ministro em questão? Quanto aos juízes — bem, nenhum juiz do Brasil, à esta altura, é maluco o suficiente para processar ladrão do PT, ou da esquerda”, ou do campo “progressista”. Provavelmente, é ele que acabaria preso. Ninguém merece, não é mesmo?

O interessante, nessa história imaginária, é que ela não tem nada de imaginário — e nem um miligrama de exagero. Quem seria capaz de apostar R$ 5 na possibilidade de punirem o delinquente? Não vai acontecer, pura e simplesmente. Já aconteceu uma vez, embora não se tratasse de ministro, e sim de um ex-presidente da República. Não vão deixar que aconteça de novo, nunca mais na vida. Quando aconteceu, foi um caos. No curto período em que todos foram iguais perante a lei neste país, e em que cada um, fosse quem ele fosse, teve de responder por seus atos, um ex-presidente foi para a cadeia, e ficou lá 20 meses. Teve empresário-milionário preso. Teve político, diretor de estatal e alto funcionário preso. Teve delação premiada, e até de graça. Teve todo tipo de confissão voluntária de culpa. O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, foi condenado a mais de 400 anos de prisão por ladroagem. Pior que tudo para eles, talvez, bilhões de reais em dinheiro roubado tiveram de ser devolvidos, às vezes direto da Suíça. A coisa ficou tão ruim que à certa altura o próprio Lula, em pessoa, viu que estava no centro de uma calamidade sem precedentes, e quis jogar a culpa nos outros, como faz todas as vezes em que é pego em flagrante delito: “Fui apunhalado pelas costas”, disse ele. Hoje, Lula, o PT, o STF, os advogados garantistas e o Brasil que assinou a “carta” em defesa da “democracia” juram que nunca ninguém roubou um tostão — mas na época Lula dizia o exato contrário.

salário de lula
Lula, no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, antes de ser preso, em abril de 2018 | Foto: Amanda Perobeli/Estadão Conteúdo

De lá para cá mudou tudo — mudou não só a questão da corrupção, em si, mas mudou o Brasil como país, e essa mudança talvez seja a pior desgraça de todas as que estão acontecendo. Os que sempre mandaram em tudo por aqui, e que viram de repente o chicote trocar de mão, acharam tudo aquilo absolutamente insuportável — onde já se viu, perguntavam eles, ladrão rico ir para a cadeia? E devolver dinheiro roubado, então? Quem pode querer uma coisa dessas? Tinha de acabar, acabar logo e acabar para sempre. Passaram anos, todos eles — a classe política, o STF, a máquina judiciária em geral, os empresários-piratas, os advogados criminalistas milionários e todos os brasileiros tementes ao fascismo — trabalhando 24 horas por dia para destruir a Operação Lava Jato e o combate sério à corrupção no Brasil. Foi um trabalho imenso. Ganharam — ganharam tanto que, hoje, perseguem ferozmente os juízes e promotores que botaram os ladrões no xadrez. Por que iriam, agora, voltar atrás, aceitar que se puna de novo a roubalheira — e ter de começar tudo de novo mais adiante? Não faz sentido. Ou seja: se houver um outro triplex do Guarujá, ou um outro sítio de Atibaia, não vai acontecer nada com os que estiverem metidos no negócio. Mais que tudo, como mencionado acima, o país saiu dessa guerra que exterminou a Lava Jato pior do que estava antes. O Brasil, hoje, é um Estado no qual a corrupção é publicamente permitida e incentivada, para todos os efeitos práticos — e no qual os que se opõem ao crime são perseguidos oficialmente pela máquina da justiça. Antes os corruptos nunca iam para a cadeia, ou quase nunca — mas tinham medo de ir. Agora, têm a certeza matemática de que não vai lhes acontecer nada. Qual a dúvida possível? O STF absolve, ou ignora, ou arquiva, 100% dos casos de corrupção que lhe chegam, e a maioria dos casos nem chega. Não são 90%, ou 99% — são 100%, direto. Se é assim, torna-se impossível, objetivamente, que haja qualquer dor de cabeça para quem rouba; daqui a pouco, ladrão do erário não vai nem precisar mais de advogado. Da mesma forma, 100% de todos os despachos da “suprema corte” com um mínimo de relevância são a favor do governo Lula, ou de seus agentes — não menos de 100%, nunca. Ter medo do quê, então? Liberou geral.

STF emendas de relator tributos
Sessão do STF | Foto: Carlos Moura/SCO/STF

Provavelmente não há nenhum outro país no mundo em que a corrupção seja entendida como uma prática regular ou necessária do Estado — e oficialmente aceita pelo mais alto tribunal de justiça da nação, decisão após decisão, sem falhar uma que seja. Você consegue citar algum lugar parecido? Não está dito que é assim, é claro — no papel, roubar dinheiro público continua sendo proibido. Mas na prática é permitido, sem problema nenhum, se o criminoso é de esquerda, ou coisa que o valha. A questão mais interessante que se levanta, à essa altura, é se algum país, entre os 200 que estão hoje na ONU, pode funcionar desse jeito na prática. O que será que acontece, no dia a dia? Dá para a economia funcionar assim? É claro que não vai haver crescimento algum, não num nível decente. É impossível criar riqueza, a não ser fortuna individual para quem rouba — e muito menos distribuição de renda. Que renda? Não haverá mais emprego de boa qualidade, nem mais oportunidades de subir na vida para os que têm pouco. Não vai haver nenhum progresso relevante nas três questões que mais oprimem a população brasileira hoje em dia: segurança pessoal, educação pública de qualidade pelo menos equivalente à educação particular e assistência médica razoável. Vão roubar a maior parte do dinheiro que deveria ir para isso — e para basicamente todas as necessidades urgentes do país. O Brasil vai continuar, em comparação com as economias bem-sucedidas, tendo uma infraestrutura miserável em suas estradas, ferrovias e portos, ou em seus serviços de água encanada e de esgoto. As obras públicas continuarão custando cinco ou dez vezes que o que custam num país desenvolvido. A possibilidade de reduzir impostos, o meio mais eficaz que se conhece para colocar dinheiro no bolso das pessoas, será um duplo zero. A lista vai longe. Mas será só isso — atraso, subdesenvolvimento e um aumento espetacular da injustiça? Ou vai se chegar a um ponto em que começa a faltar luz elétrica, por exemplo, ou gás de cozinha, por que passaram a mão em tudo? Não se sabe, realmente; não dá para saber, quando se leva em conta que não existem precedentes de uma situação como a do Brasil de hoje, onde a corrupção é tratada pelo governo como virtude política, e aceita na vida real por todas as sentenças do sistema judiciário. É perfeitamente possível, em todo caso, que destruam muito do progresso que se conseguiu até hoje; nesse caso, o Brasil vai andar para trás.

Dois fatos acima de discussão mostram que o país está se enfiando em território até hoje não mapeado. O primeiro é a situação do novo juiz nomeado para cuidar da Lava Jato. Sua identificação no sistema eletrônico da justiça, o e-proc, era, até pouco tempo atrás, “LUL22”. O sistema do TSE registra uma doação que fez à campanha presidencial de Lula, dentro de um financiamento coletivo. Ele tem apoio público do grupo de advogados “Prerrogativas”, que milita em favor do presidente e de vários acusados de corrupção. É um crítico, também público, da Operação Lava Jato. Uma de suas últimas decisões foi autorizar Sérgio Cabral, atualmente em “prisão domiciliar” — apesar de condenado a 425 anos de cadeia e até hoje não absolvido de coisa nenhuma — a ausentar-se do Rio de Janeiro por até oito dias corridos, sem tornozeleira eletrônica ou qualquer outra restrição física. (Veja artigo de Augusto Nunes, nesta edição.) O juiz e hoje senador Sergio Moro, além do procurador e hoje deputado Deltan Dallagnol foram considerados “parciais” pelo STF em sua atuação na Lava Jato. E esse novo juiz — seria imparcial? Não faz nexo nenhum, a não ser como recado explícito ao público em geral. A Justiça brasileira acha, e faz questão de dizer para todo mundo, que juiz bom é quem apoia Lula, beneficia Sérgio Cabral e condena o trabalho contra a corrupção feito pela Lava Jato. Juiz ruim é o que incomoda o presidente e os acusados de corrupção.

Deputado Deltan Dallagnol e senador Sergio Moro | Foto: Montagem Revista Oeste/Agência Brasil

O segundo fato é que o governo e o conjunto de forças que lhe dão apoio estão cada vez mais empenhados em criar, pela primeira vez na história, um sistema oficial de censura neste país, com o disfarce de agirem contra a divulgação de “fake news”. A verdade é que não há nenhuma intenção de evitar a publicação de qualquer notícia falsa, mas sim de proibir que se fale mal do governo nas redes sociais e na mídia. É fácil entender a coisa. O STF, através do seu braço eleitoral, proibiu que se dissesse durante a campanha que Lula era a favor da ditadura na Nicarágua, o que é a mais pura e óbvia verdade dos fatos. Por que o governo, quando tiver o seu poder de censura, iria permitir a circulação de notícias, comentários e opiniões sobre corrupção? Não vai permitir, é claro. Ou seja: não apenas acabaram com o combate à ladroagem, mas não querem que se fale mais no assunto. Vão roubar — e vai ser proibido dizer que estão roubando. Exagero? A censura sobre a Nicarágua, ao que tudo indica, é o piso, não o teto. O que o STF está dizendo é o seguinte: “É daqui para cima. Podem ir nessa”. O ministro da Justiça, a propósito, anuncia uma lei que, segundo ele, cria a censura moderada. Será um “mecanismo leve”, promete. Que diabo quer dizer isso — “mecanismo leve?” Existe censura leve? Qual seria, então, a diferença em relação à censura pesada? Numa escala de 0 a 10, por exemplo: a censura do ministro seria algo em torno do grau 5? Menos? Quanto? É tudo um perfeito disparate. O que se sabe, com certeza, é que é impossível sair qualquer coisa que preste disso tudo. O ministro da Justiça de Lula é comunista — “graças a Deus”, segundo ele mesmo diz. Nunca houve, até hoje, um comunista que fosse a favor da liberdade, em qualquer época ou em qualquer lugar do mundo. Por que ele seria o primeiro?

Karl Marx, Friedrich Engels, Vladimir Lenin e Josef Stalin | Foto: Domínio público

Leia também “É permitido roubar”

0 comentários
  1. eber alves dutra
    eber alves dutra

    Parabéns pelo desenvolvimento de análise e explicitação da peça através do seu texto.

  2. ALEXANDRE VERCEZE NETO
    ALEXANDRE VERCEZE NETO

    Parabéns e obrigado GUZZO pelo artigo .. É reconfortante saber que ainda existem pessoas da nossa ELITE INTELECTUAL que não desitiram da decência moral e intelectual de que padecem as filhinhas de ricos banquerios e muitos que enriqueceram as custas de supostos governos populares e acham que serão beneficiados pela anarquia da ausência de justiça. Qdo um alto membro do atual governos diz ” temos que olhar o tráfico de drogas como uma atividade econômica importante que gera renda às pessoas ” , aí estamos perdendo a noção dos limites para se construir uma nação.

  3. Reinaldo Martins Ribas
    Reinaldo Martins Ribas

    Meu Deus! O que estão fazendo com o nosso Brasil? A quem recorrer? Militares estão submissos, Congresso aguardando vantagens. Apenas alguns Deputados e Senadores estão vendo essa barbaridade, a que estão submetendo a população que tem condições de pensar!!!

  4. Pedro Fernandes Ferreira da Silva
    Pedro Fernandes Ferreira da Silva

    Excelente texto! Mas acredito que além do sistema judiciário uma grande parte da sociedade brasileira é complacente com tal realidade corrupta brasileira. As instituições são um reflexo da sua sociedade. O errado somos alguns de nós que queremos sempre ter vantagem em tudo! A eterna malandragem brasileira! Uma pena!

  5. Jarlan Barroso Botelho
    Jarlan Barroso Botelho

    Excelente artigo mestre Guzzo. Traduz a mais incomoda verdade do que ocorre hoje no País. Um País onde a Suprema Corte trabalha para livrar os amigos, persegue os inimigos e dobra a lei do modo que melhor lhe convier, e se não houver lei, eles tratam de criar.

  6. WFaria
    WFaria

    Aproveitem este privilégio de ler reportagens verdadeiras, escritas por repórter honesto. Isso vai acabar… Vem ai o “mecanismo leve” de censura, que vai acabar com este “privilégio” de uma sociedade livre… Comecem a providenciar asilo em outras terras. É isso que teremos por aqui…

  7. Ed Camargo
    Ed Camargo

    A cidade de Miami esta cheia de prévious políticos que ficaram milionários as nossas custas, durante seus mandatos. Agora eles vivem la vida loca aproveitando da segurança e acolhimento do pais ameircano.
    Muitos desses que estão hoje destruindo o Brasil, estarão no futuro, desfrutando do melhor que existe, vivendo em mansões palaciais enquanto o povo que os elegeram continuam na miséria de suas favelas.
    Um povo medíocre e por serem medíocres, sempre será sacrificado por seus oportunistas e antagonistas.

  8. Marcelo Mattar Diniz
    Marcelo Mattar Diniz

    Tivemos um pequeno momento de esperança no futuro. Passou e não mais voltará, ao menos nesta geração. Os jovens de hoje já foram dominados pelo pensamento esquerdista, não sabem sequer diferenciar homem de mulher, acham que a pessoa é o que quer ser e não o que realmente é, são incapazes de ler um livro ou até mesmo um texto com mais de 140 caracteres, esperam “sair o filme”, ninguém quer trabalhar, todos querem ser empresários, embora não saibam fazer nada, acham que vão ficar ricos postando idiotices no youtube ou no Tik Tok, etc. etc. Esperança? Nenhuma. Já foi. Perdeu, mané!

  9. Luís Carlos Mendes de Lima
    Luís Carlos Mendes de Lima

    Sensacional a dissertação dos fatos narrados por esse excelente jornalista,a eloquência do texto que nos faz assinar essa revista.

  10. Eduardo Rodrigues Cardozo
    Eduardo Rodrigues Cardozo

    OBRIGADO PELA COLUNA. SEMPRE BRILHANTE E LÚCIDO

  11. Reginaldo Corteletti
    Reginaldo Corteletti

    A realidade nua e crua trazida pelo jornalista dói. Está dor permanecerá enquanto prosperar a iniquidade. Temos que nos unir em pequenos grupos para construir a longo prazo uma resposta a esta realidade. Somos responsáveis por esta busca. Se nada fizermos, estaremos compactuando com a eternização desta chaga no Brasil. VIVA GUZZO! Suas palavras são imortalizadas em nossa mente e nos anais do jornalismo brasileiro.

  12. Valesca Frois Nassif
    Valesca Frois Nassif

    Somente espero e rogo a Deus que esse descalabro de desgoverno não aniquile nosso país de tal maneira que o torne ingovernável para sempre!

  13. Valesca Frois Nassif
    Valesca Frois Nassif

    Realmente o descalabro é tamanho, que nosso vocabulário se esgota. Fico muda de espanto com a ignorância dos que acham tudo normal , por burrice ou desconhecimento. Parabéns, mestre Guzzo , por conseguir sempre nos tocar diante de tanta sordidez . Seu repertório infalível tem o poder de manter a chama acesa. A foto desse artigo já meio que nos prepara para seu excelente artigo! Obrigada!

  14. JAIME KOPSTEIN
    JAIME KOPSTEIN

    Mestre Guzzo é um raro remanescente dos dias gloriosos da verdadeira “Veja” que depois foi, digamos, transformada. Como mudamos, todos! E agora um desabafo: é espantoso observar a velocidade com que essa esquerdização do Mundo Ocidental está ocorrendo. Os EUA em menos de dois anos tornou-se um arremedo do que foi.
    Ler livros do Douglas Murray com urgência para tentar avaliar essa coisa.

  15. Arnaldo de Mesquita Bittencourt Filho
    Arnaldo de Mesquita Bittencourt Filho

    Confesso ter perdido a esperança. O imenso número de corruptos, oportunistas e ladrões instalados nos mais altos cargos da República impede qualquer avanço na economia, saúde, educação e segurança pública. Além disso, o “sistema” beneficia essa verdadeira falange, que barra qualquer medida saneatória.
    Enfim, estamos perdidos e reféns de gente que só pratica o mal.

  16. Anderson Chimenes Fernandes
    Anderson Chimenes Fernandes

    Essa subversão dos valores mais preciosos de nossa sociedade, liberdade, igualdade e honestidade, é assustador. Violaram a privacidade de juízes e procuradores empenhados no combate a corrupção, invadiram as conversas e mensagens guardadas em seus celulares (hackeados – esse crime, ninguém comenta!) para conseguir o objetivo principal: descondenar um criminoso.
    O hacker? Não sei dele, provavelmente assumiu um cargo no governo ou estatal, afinal, mereceu um prêmio.

  17. Fernando Anthero
    Fernando Anthero

    Viva o Guzzo, legítimo porta voz dos brasileiros éticos

  18. Eduardo Henrique De Lima
    Eduardo Henrique De Lima

    Façam o L! Não era isso que o povo queria???

  19. Olmir Antonio De Oliveira
    Olmir Antonio De Oliveira

    Parabéns, ótimo modo de abordar o tema. De fato segundo dados oficiais das urnas, o país tem um percentual maior, uns poucos pontos percentuais, de votantes que querem, precisam, ajudam, apoiam,….até tiram proveito, e ou seja os má afamado jeitinho, que ele está acima das leis e da constituição, tanto que vários da maior corte nacional…o querido da democracia fake,… falso salvador da pátria e dos trabalhadores, desse em especial sempre querendo fazer mais regras, essas invariavelmente só pioram a renda e a condição de trabalho, reduzem as possibilidades de existirem mais empregos dignos e de boa remuneração, assim é desde Vargas, mas o ilustre, ditador, luta de todo os modos para pior e danar tudo, ótimas intenções, com resultados devastadores para a economia e para os trabalhadores…É ruim e piorando, mas torcemos para chegamos ao extremo que projetam, como fazem ao gestão, recessão e palavrões como estrag….

  20. Mirza Maria Maluf Pérez
    Mirza Maria Maluf Pérez

    Estarrecedor!

  21. Wlander
    Wlander

    O pecado do artigo é o mesmo do grupo de procuradores e juízes que formou quadrilha: não se quer só o combate a corrupção, queremos estigmatizar a esquerda e seu líder! A qualquer custo, até propagando fake news ou tentando manipular eleições, ou coagindo investigados, ou aceitando cargos de ministro em troca de favorecimento. Ou não mencionando que o grupo que sucedeu a esquerda no país era também corrupto e com apoio de outra instituição: as forças armadas. Ora, se não houver honestidade intelectual e jornalística não haverá evolução política e ética.

  22. Patricia Padilha
    Patricia Padilha

    E com a divulgação dos feitos pela agencia de propaganda oficial do Governo Lula – GLOBO!!!! CUMPLICE !!

  23. Francisco
    Francisco

    Pelo andar dos fatos e situação em que nós encontramos hoje, estamos condenados a ser uma república de bananas, pobres, roubados e injustiçados, a não ser que o povo reaja, pois ele tem que ser o protagonista dos rumos do país

  24. Elisabete de Godoi Buzoni
    Elisabete de Godoi Buzoni

    Depois que ouvi o presidente Bolsonaro dizer que existia corrupção legalizada no governo do pt, como contratos com altos valores nas multas, caso houvesse desistência de uma das partes, a multa seria aplicada, mas a coincidência era que a desistência era sempre do governo e a multa era paga. E hoje fico angustiada de saber que eles estão no poder, e saber que este tipo de corrupção volte acontecer, e será legal. Nojo!

  25. Anísio Silva Horta
    Anísio Silva Horta

    MEU AMIGO, SINTO DESAPONTA-LO. INFELIZMENTE, ISSO É UM CICLO QUE PRECISA SE CUMPRIR. ESTAMOS NO MEIO DE UMA TORMENTA. O POVO QUE VOTOU NO LADRÃO SO VAI TER CONSCIÊNCIA DO QUE FEZ, SOMENTE APÓS SENTIR NA PELO A FOME, O DESEMPREGO, A FALTA DE SAUDE, ESTRADAS, . . . ENQUANTO ESSE CICLO NAO SE CUMPRIR, SE NOS MANIFESTARMOS, SEREMOS PERSEGUIDOS COMO ACONTECEU NO DIA 8/01/23. É O RISCO QUE SEREMOS OBRIGADOS A CORRER, VER A DESTRUIÇÃO DO PAIS. O QUE NOS CONSOLA É ASSISTIR AO SOFRIMENTO, JUSTAMENTE DAQULES QUE MAIS PRECISA DE UM PAIS O CRE DA CORRUPÇÃO; OS ELEITORES DO LADRÃO. QUE DEUS TENHA PIEDADE DE NÓS. ESTIVEMOS TÃO PERTO DO PARAISO, E ESCOLHEMOS O INFERNO. MESMO JA SABENDO COMO ELE ERA. ESTÁ AI A COREIA DO NORTE, ARGENTINA, VENEZUELA, CUBA,.

  26. Dagoberto
    Dagoberto

    ACHO QUE NEM PRECISAVA UM TEXTO TAO GRANDE…. BASTAVA UM ” roubei, e dai?!! “

  27. LUIZ CARLOS LOMBARDO
    LUIZ CARLOS LOMBARDO

    Meu Deus do Céu. a foto apresentada no inicio deste artigo é emblemática e assustadora. o que de pior existe neste país está retratado ali. Gleyse Hoffman; Mercadante; Humberto Costa; Omar Azziz;Alkmin; Randolfe;Pacheco;
    Alencar. Cristo Redentor, tenha pena de nós!!! o que se pode esperar deste time? Será que nessa terra não existe mais, um pequeno grupo que seja, para nos ajudar a mudar esta situação. ? onde se encontram homens de bem? Sumiram? especialmente nas FFAA?? SOCORRO!!!!

  28. Antonio Carlos Neves
    Antonio Carlos Neves

    Guzzo, quando vamos sair às ruas em manifestações democráticas verde amarelas pacificas e ordeiras, para mostrar a essa gente que somos no mínimo 60 milhões de pessoas que não aceitam essa desordem? A tal esquerda esta programando manifestações em várias capitais contra o presidente do Banco Central e a taxa de juros. Vamos ficar calados se o STF permitir que façam esse escândalo antidemocrático? Quando vamos encontrar FHC, DÓRIA, ALCKIMIN seus economistas e cientistas políticos e outros maus caráter tucanos que me envergonham ter sido até os meus 74 anos (2019) seus admiradores como ex tucano? E também Michel Temer que sofreu na mão dessa gente politica e do STF (FACHIN, BARROSO), e cala-se diante da perseguição que esse mesmo quadro fez ao governo Bolsonaro e continua fazendo aos Bolsonaristas? Convide-os a entrevistas nessa imprensa da verdade.
    Vamos voltar a falar no voto auditável (voto impresso) já para as eleições para prefeito em 2024?
    A França por muito menos esta um inferno. Até quando assistiremos pacificamente esse deboche Parlamentar(Senado) e Supremo contra a população seriamente democrática, cristã e que respeita a Lei e a Ordem?
    Guzzo e equipe seria de jornalismo, ajudem-nos a gritar.

  29. Fernando Rizzato
    Fernando Rizzato

    J. R. Guzo, seu artigo me fez chorar. Busquei uma palavra para expressar meu sentimento: revolta? indignação? asco? náuseas? Vão esforço! Descobri que precisamos de palavras novas para expressar o sentimento de repulsa que a traquinagem das urnas fizeram com nosso Brasil. Somos a metade, mas a outra metade aparelhou todas as nossas instituições. O que fazer? Como disse o Ex-Presidente Bolsonaro: o melhor está por vir. É uma ironia que nos revela o que está por vir. E, este mês, com certeza será melhor que os vindouros.

  30. Alessandro Márcio da Silva
    Alessandro Márcio da Silva

    Realmente! É inacreditável o que estamos vivenciando! E foi exatamente o que o jornalista Augusto Nunes já havia previsto! Estamos e viveremos o Faroeste às avessas no Brasil! 🤦🏽

  31. Divino Souto De Paula
    Divino Souto De Paula

    Eu apenas desejo que esse governo acabe logo, pode ser apenas no tempo psicológico (percepção) ou cronológico (real)…..

  32. Roberto Ferreira Vilas Boas
    Roberto Ferreira Vilas Boas

    Durante quanto tempo teremos esses pesadelos???

  33. Dalva da Silva Prado
    Dalva da Silva Prado

    Mais uma página triste da nossa história, retratada pelo sábio senhor GUZZO. Nós, o povo que trabalha e sustenta essa corja que está no poder, precisamos mostrar nossa coragem e poder, enquanto há tempo. Estamos nos comportando como bois quando vão para o abatedouro, sem saber a força que tem. Precisamos incentivos e esclarecimentos, vindo de jornalistas brilhantes como estes da Revista Oeste.

  34. Marcelo Gurgel
    Marcelo Gurgel

    Parece loucura, mas hoje nossa esperança está depositada em parte dos Congressistas.

  35. Herbert Gomes Barca
    Herbert Gomes Barca

    só por Deus esse Brasil !! que jornalistas como da Reista Oeste e Gazeta do Poo permaneçam em foco e não nos abandonem !!

  36. João José Augusto Mendes
    João José Augusto Mendes

    Lembrando que o discurso do Jango, na Central do Brasil, não chegou nem de longe perto do que foi feito para implantar o comunismo no Brasil e, as Frouxas Armadas se abespinharam toda e fez a intervenção. O que se viu neste ano de 2022 foi muito pior e se acovardaram.
    Só o povo pode corrigir as mazelas da Súcia de Trambiqueiros Fajutos, mais ninguém.

    1. João Bosco dos Santos
      João Bosco dos Santos

      Meu povo aproveite o momento para poder expressar a sua opiniao falta pouco para os petistas calar o povo

  37. Paulo Kubota
    Paulo Kubota

    Que quadro desalentador! Meu Deus!

  38. MIGUEL ALEXANDRE
    MIGUEL ALEXANDRE

    Se fosse apenas o triplex e sítio de Atibaia… Bilhões desviados pela ORCRIM PT/STF. Só mestres como Guzzo, A.Nunes, Ana P. Henkel e Fiuza com coragem para denunciar!

    1. Marcelo Melo Muller
      Marcelo Melo Muller

      Enquanto isso tem muito meio fio aguardando uma tropa para pintar…

  39. Pedro do Amaral Botelho de Mesquita
    Pedro do Amaral Botelho de Mesquita

    J.R. Guzzo, impecável como sempre!

  40. MB
    MB

    E as FFAA, GUZZO, assistirão dos quartéis à decadência do Brasil e de seus cidadãos?!

  41. Pedro Hemrique
    Pedro Hemrique

    Perfeita análise! Como podemos resgatar nesta situação o mínimo de ética e moral se todas as nossas instituições são imorais? Que opção temos? A quem devemos recorrer?

  42. Mara Nadia Jorge Mattos
    Mara Nadia Jorge Mattos

    Guzzo muito bom. O país é governador por uma quadrilha de larápios, chefiada pelo maior corrupto de tds os tempos Lula, onde roubar um celular p tomar uma cerveja é normal. O desgoverno está só começando e vai piorar.

  43. jose angelo baracho pires
    jose angelo baracho pires

    Faz o “L” FFAA!

  44. Alexandre Chamma
    Alexandre Chamma

    Obrigado Mestre Guzzo. Você e outros três jornalistas/guerreiros conseguem traduzir a nossa angústia…

  45. DONIZETE LOURENCO
    DONIZETE LOURENCO

    Luladrão e a caterva progressista (eles odeiam ser chamados de comunistas) onde somente o Dino (que remete ao desenho animado do início dos anos 90) assume ser comunista estão levando o país ao abismo.
    Judiciário e repartições públicas totalmente aparelhadas colocando em risco a população ordeira deste país.
    Resta a esperança de que parte do Congresso interceda para barrar os desmandos que vemos todos os dias.

  46. Luiz Antônio Alves
    Luiz Antônio Alves

    Tchê: tu poderia ir mais longe no teu comentário. OU a revista Oeste não tem estrutura como a Globo para fazer algumas matérias investigativas. Por exemplo: o que estarão pensando aqueles técnicos (engenheiros) de alto nível que decifraram os códigos secretos das contas ilegais de empreiteiras que foram decifradas para ajudar nas investigações da Lava-jato? Alguém entrevistou os promotores suíços que fizeram parceriam com os daqui? Gente de brio e que trabalharam noite e dia para conseguir as pistas e provas necessárias para provar a lavagem de dinheiro que depois foram assumidas e confessadas pelos larápios? Todo um trabalho hercúlio de muito gente colocado no lixo. Pensaram no Moro e no Dallagnol, mas os outros personagens anônimos que trabalharam em prol da Justiça? Nem o esperto e bom colunista da OESTE pensou neles…

    1. Helcio Jose Pinto Rodrigues
      Helcio Jose Pinto Rodrigues

      Os jornalistas que estão no exterior, exilados ou não, estão livres para ir em busca desses elos da investigação. Ana, Constantino, Paulo Figueiredo etc; Todos tem um vasto veio a explorar e trazer à publico, não aqui mas em canais no exterior, fora do alcance e da alçada do nosso judiciário.
      Duvido muito que elementos que atuaram na Lava Jata não estejam dispostos a repassar essas informações para eles.

  47. José Rubens Medeiros
    José Rubens Medeiros

    Esquecem-se eles, no entanto, do aspecto insuperável que envolve a FINITUDE de tudo.
    Não há como perpetuar os desvarios, a maldade, a safadeza e, claro, a própria vida de quem se chafurda nessa mixórdia fétida.

  48. Maurílio Ferreira
    Maurílio Ferreira

    O Brasil, hoje, é governado por uma organização criminosa, cuja cúpula é integrada pelo presidente da República (todas as letras minúsculas são propositais) e sua quadrilha de ministros e etc; pelo stf, e pelo congresso como um todo. As exceções apenas justificam esta regra. O verniz de “esquerda” apenas dá “legalidade”aos atos da Orcrim.

  49. Virgílio Maro Sperandio Juliatto
    Virgílio Maro Sperandio Juliatto

    E o pior de tudo que como diria o Luciano Hang a esquerda jamais sairá do poder pois o judiciário é manipulado, o TSE não precisa nem falar nada sobre a lisura do processo eleitoral e os próximos como serão. A câmara totalmente manipulada por propina e o povo cada vez mais controlado sob o assistencialismo e a ignorância que só “elegem”picanha e cerveja grátis. Ou seja amigos: quem puder pirulite e logo desta republiqueta.

  50. Agnelo A. Borghi
    Agnelo A. Borghi

    Absolutamente revoltante!

  51. EDNA MARIA TRINDADE DE ARAÚJO
    EDNA MARIA TRINDADE DE ARAÚJO

    Chorando copiosamente e aplaudindo efusivamente a verdade crua e dura dos fatos. Deus proteja o Brasil 🙏🏾

  52. Brasileiro
    Brasileiro

    Obrigado aos 20 milhões de brasileiros que não foram votar.

    1. José Aparecido Gonçalves Dos Santos
      José Aparecido Gonçalves Dos Santos

      Mesmo que fossem,votar e todos votos também fossem do Bolsonaro, ele teria perdido mesmo assim… uai … oh Vhas q não

      1. Jonas Ferreira do Nascimento
        Jonas Ferreira do Nascimento

        Sem dúvida!

  53. Elizabeth R.Rio
    Elizabeth R.Rio

    Parece que a maioria das pessoas não se dá conta da gravidade do que está acontecendo e ainda vai acontecer no país. Quando se derem conta, já estaremos totalmente arruinados e dessa vez não haverá milagre que nos salve. Mesmo porque a esquerda se perpetuar no poder.

  54. Teresa Guzzo
    Teresa Guzzo

    Lula . três, começa com o pior governo da história do Brasil. Não tem paralelo,é um completo desastre em todas as áreas, desde a economia até o ministério que cuida das prioridades do LGBT e agregados.Diariamente as notícias são as piores possíveis presos em Brasília, sem saber do que estão sendo acusados,comendo lavagem de porco quando conseguem engolir.Eh o inferno de Dante piorado,pois é ignorado pela justiça e sua existência ficará marcada para sempre.

Do corre ao nocaute, Mirelle Moschella - Apresentadora Anterior:
Mirelle Moschella: ‘Tinha certeza de que não ia morrer do câncer’
Próximo:
Carta ao Leitor — Edição 213
Newsletter

Seja o primeiro a saber sobre notícias, acontecimentos e eventos semanais no seu e-mail.