-Publicidade-

Empatia 171

A revolução do proletariado, quem diria, virou o último suspiro da burguesia decadente. Note a excitação no clube dos ricos

No Dia da Independência, Lula disse que está “à disposição” dos brasileiros para salvar o país do atual governo. Se todos os ladrões condenados fossem voluntariosos como Lula, o Brasil seria um lugar quase tão solidário quanto uma colônia penal. Não tem a menor importância o fato de que ninguém mais acredita no que Lula fala (nem ele). O problema está nos que fingem acreditar.

Para que serve Luiz Inácio da Silva hoje? Serve essencialmente como disfarce progressista (leia-se: reacionário) para uma elite egoísta. Olhe em volta e veja essa gente confortavelmente confinada em suas bolhas burguesas soltando frases empáticas pelo Zoom. Eles nem precisam que o governo caia. Basta que não caia (no ridículo) a lenda da resistência antifascista. É o suficiente para manter o verniz revolucionário dos seus espíritos de porco. E para continuarem faturando com isso, que ninguém é de ferro.

O Lula bibelô da burguesia é aquele criminoso que sai da cadeia direto para uma pelada no campo do Chico Buarque. É a apoteose de uma elite muito bem-educada que sempre quis ser imune à lei: uma fotografia é o bastante para lavar uma reputação. Lava a jato.

Sobre a devastação causada pela gangue do Lula você jamais será patrulhado

Que outros valores você precisa afirmar, além da devoção à MPB 171, para ganhar sua pulseirinha de homem sensível e mulher consciente? Não precisa muito mais que isso, vai. A verdade é que a vida ficou fácil — pelo menos em certos endereços concorridos. Com duas ou três frases convenientes que qualquer analfabeto consegue pronunciar você pode conquistar seu crachá de grande alma. É ou não é um final feliz?

É claro que para chegar a esse olimpo instantâneo você tem que dar um foda-se para milhões de pessoas desgraçadas pela rapinagem do Lula, mas também ninguém lembra direito disso — pelo menos não nos endereços que te interessam. Você está no meio de patrulheiros que andaram dedurando até quem subisse numa bicicleta, mas sobre a devastação causada pela gangue do Lula você jamais será patrulhado — não por essa gente culta que ficou linda de máscara.

Aliás, uma espécie de catarse coletiva foi propiciada pelo mesmo Lula ao declarar que “felizmente a natureza criou esse monstro chamado coronavírus”. É isso aí. Um líder precisa vocalizar o que está no coração dos seus seguidores. Já tínhamos ouvido uma ou outra formulação mais tímida nessa linha — aquele papo de que a pandemia seria depuradora etc. — mas foi preciso o brado retumbante do bom ladrão para a verdadeira redenção. Ao festejar a covid, Lula falou por todos os que estão há meses no armário excitadíssimos com o trancamento geral e a transformação da sociedade numa confraria vip. Deu até para ouvir, ao longe, o grito abafado dessa gente linda e enrustida: “Mito!”.

Observe as ONGs de laboratório, seus democratas de auditório e seus candidatos de proveta

Lula é o mito dos hipócritas de boa aparência, dos inocentes úteis e inúteis, dos intelectuais dedicados a coreografias de solidariedade para manter seu poderzinho particular e avarento.

A revolução do proletariado, quem diria, virou o último suspiro da burguesia decadente. Note a excitação no clube dos ricos, com suas ONGs de laboratório, seus democratas de auditório e seus candidatos de proveta, unindo de FHC a Alexandre Frota, de João Doria a Lula — o criminoso muito bem recebido de volta ao “campo democrático”, desfilando por aí seus mais de 20 anos de prisão congelados pelo STF. O problema é o fascismo — e basta mandar pintar umas suásticas em meia dúzia de muros que está feita a mágica.

Quem vai checar? O STF? Os senhores da verdade? O jornalismo de valas e panelas? Ou a delação premiada da OAB? É tanta referência que você até se confunde. Como diria a OMS: apaga a luz e aumenta o som que ninguém é de ninguém.

 

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

52 comentários

  1. A depuração vem pelo voto… É verdade, porém o voto vem de quatro a quatro anos e as canalhices dessa gente são diárias e às vezes acontecem várias num mesmo dia. Aí a resposta fica entalada durante longo tempo e o próprio tempo se encarrega de todas elas. Resumindo: O tempo trabalha a favor dos canalhas. Vamos torcer para que a internet, as redes sociais façam esse trabalho por nós.

    1. ⁹Nunca fui petista, ou melhor sempre fui antipetista, mas convivi e ainda convivo muuuuuito com essa gente, que vc retrata com a mais absoluta fidelidade. Eles estão sempre posando de solidários, estão sempre tentando faturar com essa solidariedade kkk e são tremendamente picaretas

      1. ⁹Nunca fui petista, ou melhor sempre fui antipetista, mas convivi e ainda convivo muuuuuito com essa gente, que vc retrata com a mais absoluta fidelidade. Eles estão sempre posando de solidários, estão sempre tentando faturar com essa solidariedade kkk e são tremendamente picaretas

    1. Ótimo texto Fiuza!
      Mas acredito que quanto menos os jornalistas pronunciarem o nome desse psicopata!
      Menor será sua popularidade em queda livre há um bom tempo !
      Escória ,corja que devastou nosso país !

    1. Caro Fiúza , se eu disser tudo o que quero con certeza a o STF e seus ILUMINATIS virão bater a minha porta, mas não posso calar! A minha idade não permite ficar calado. Os embusteiros do Stf,Congresso Nacional e a midia militante apostam na máxima : ” uma palavra dita mil vezes torna se uma verdade ” estratégia nazista de GOEBLBES . Fazem uma narrativa falaciosa contra o governo para atingir os.brasileiros. São HIPÓCRITAS E FARSANTES.

    2. O período “Se todos os ladrões condenados fossem voluntariosos como Lula, o Brasil seria um lugar tão solidário quanto uma colônia penal”, é primoroso, de grande criatividade e fino escárnio. Só ele valeu essa ótima edição da Revista Oeste. Parabéns, Fiúza.

    1. Fiúza, o arauto pop do bom senso! Como já dizia o Cazuza, a burguesia fede. E, também, que, quando houver burguesia, não vai haver poesia.

      1. *enquanto, não “quando”. Artes do corretor!

  2. Fiúza, se temos MPB 171, temos também, por isonomia, e certa pitada siamesa, temos Congresso, Judiciário, Artistas, Celebridades, Defensores da Amazônia, OAB, ONGs igualmente 171. Todas com especialização, fome e sede em verbas públicas. Parabéns pela habitual lucidez e fina ironia.

    1. Fiuza, o PL 4078/20 da Simone Tebet, já aprovado no Senado, quer evitar a imediata devolução do que não foi gasto, bem como adiar a prestação de contas dos recursos da emergência da pandemia. Ocorre que o pico já foi, a emergência também, e a hora é sim de devolver o que não se gastou e prestar conta dos gastos. Esse projeto estimula o uso de um recurso alocado em um momento de emergência e quase pânico, fora desse ambiente de emergência. É um escândalo econômico e político, pois isso favorecerá, também, a aprovação das contas dos prefeitos em 2020 sem a prestação de contas do dinheiro do Covid, isso tudo na boca das eleições municipais. Além de estimular a própria pandemia. Um acinte é um escárnio. Isso nem foi discutido eja aprovado. O país precisa se movimentar contra esse ato de lesa pátria, um verdadeiro estelionato do covid. Por favor, analise isso e denuncie. A hora é de devolver o que não se usou e prestação de contas imediatas. E não de estimular gastos de emergência para uma emergência que não existe mais. Prejuízos múltiplos, às contas públicas, à moralidade, à saúde pública, à fiscalização, além de que se estimula a doença e o gasto excepcional, que não mais se justifica. Péssimo para a economia, também. Aprovado a toque de caixa. Por favor, denuncie isso. Obrigado.

  3. Sr. Fiúza, excelente artigo. Articulado, claro, etc. O que me chateia em artigos concatenados como esse do Senhor e de vários outros articulistas, é que são lidos sómente por gente como eu e mais algumas dezenas, talvez centenas de comentaristas como os acima. Mas o que percebo? Lemos, falamos entre amigos, colegas, mas fica nisso. Enquanto isso os espertos (políticos, empresários gananciosos, bandidos mesmo) continuam fazendo o que sempre fizeram nas barbas de todos nós, na maior desfaçatez. E aí?….

    1. Acredito que a coisa nâo para por aí não., Peireira. Vc usa o Twitter? No Twitter, vc vai perceber que boas análises e críticas têm alcance e consequências ampliadas.

    2. Caro Rabdulfo, já ouvi dizer que as ideias não estão na nossa cabeça, elas estão no mundo. Sendo assim, basta um leve sopro e elas viajarão à velocidade de jato. Não tenho dúvida de que os canalhas dos quais falamos são os primeiros a ler estes textos, por pura curiosidade. Sabemos que por enquanto não vai adiantar nada, mas um dia a casa cai.

  4. Maravilha, Fiuza !
    O câncer do país é essa PSEUDA intelectualidade, composta por pretensos artistas e alguns professores universitários, na ativa e aposentados ,que só sabem frequentar finos restaurantes e têm apartamento em Paris. Dizem que entendem, mas na verdade não entendem nada do Brasil e dos problemas que assolam a maioria de sua população.Tendo o scotch e o caviar à mão, está tudo bem para essa patota da Vila Madalena e de Copacabana.
    Parabéns, Fiuza !

    1. Acredito que a coisa nâo para por aí não., Peireira. Vc usa o Twitter? No Twitter, vc vai perceber que boas análises e críticas têm alcance e consequências ampliadas.

  5. A pergunta que não quer calar é: se Lula é um cadáver em putrefação, para que ou para quem o ladrão serve ou servirá? Se ninguém da importância para a fala do Gagá, por que dão-lhe tanta importância? Quais interesses ou pessoas o Lula livre interessa?….

  6. A vantagem do Fiúza é que ele bate na “moleira”,como os antigos chamavam a “fontanela”,aquele lugar no topo da cabeça que nas crianças o crânio demora mais a endurecer.Se bater ali com força machuca o cérebro.Ele bate ali para acordar os céticos que acham que nada vai acontecer.Todos da Oeste tem importância vital para nosso futuro.Comentem na mesa do café,no jantar,em família, é ali que os americanos decidem o futuro para seus filhos.Fiúza e outros tem vital importância hoje para a liberdade e por isso a coisa não para por aí,não.O texto é um aviso:ponham a barba de molho!

  7. Prezado repórter Guilherme Fiúza,
    Leitor de seus artigos, objetivos, claros e isentos, estou chegando a conclusão que “essa gente toda” se tornou o cavalo (Ubamda) do Bolsonaro; verdadeiros cabos eleitorais. Jamais conseguirão perceber isto, pois a soberba destes “burgueses elitistas pseudo intelectuais a lá francesa” os cegou, jamais “engoliram ou engolirão” ter como presidente um ex capitão do exército, político do baixo clero mas com uma percepção política inigualável, um ser político na essência, com a mesma linguagem do povo, e com o povo, sente e respira seus desejos, e ” como nunca visto antes” neste pais”, e ainda ” mesmo com tudo que está aí”, se esforça em atendê-lo e está de fato atendendo em grande parte dentro do possível, apresar de toda força dos “fenestrados” pelo voto nas urnas venezuelanas “batizadas”!
    Me arisco a dizer a esta “elite decaída”, como disse o general Mourão há algum tempo :” Perdeu Playboy”!
    Att
    Ciro Barros

  8. Firma o corpo parceiro, eles não vão desistir. Vai Covid, voltam queimadas na Amazônia, Pantanal em chamas…o fascismo acabando com o Brasil! Salve Papai Lula!
    Keep up, Fiuza!

  9. Uma coisa me preocupa. Aos 75 anos de idade nunca vi coisa tão estranha como as atuais organizações de celebridades politicas de todos os Poderes (sim, judiciário também esta fazendo politica), tão unidas pela democracia no combate aos fascistas que estão no poder!!!!!. Que democracia é essa que eles tanto reclamam? É democracia ou anarquia?. Quando vemos, meu ex idolo FHC, unindo-se em videos e assinaturas com Ciro, Boulos, Marina e até Jean Wyllis, penso em pesadelo.
    FHC estranhamente ressuscitou pós escritos como os “diários da presidência”, que imaginava final de carreira pois escreveu coisas para serem publicadas pós morte, para pedir renuncia do anti-democrático Bolsonaro para o bem do pais. Seus seguidores, intelectuais, economistas, e outros “democratas”, diariamente massacram o governo Bolsonaro e sua equipe econômica. Dai surge um Judiciário atualmente composto por maioria instalada por Lula e Dilma, que disfarçam, disfarçam, mas atuam para bloquear o presidente Bolsonaro, democraticamente eleito sobre estranhas alegações de governo autoritário se assemelhando à fascistas.
    Tudo fazem, em estranha união de celebridades que antes se digladiavam, para derrubar o governo antes de 2022, mas como parece que não conseguirão ou temerão cassar a chapa Bolsonaro/Mourão, que provocaria ai sim, o maior conflito social no pais, preocupa-me.
    Preocupa-me o fato de nosso STF, declarar INCONSTITUCIONAL o voto impresso acoplado a urna eletrônica por “quebra do sigilo”. Como se pode declarar inconstitucional uma Lei aprovada pelo Poder Legislativo tão grosseiramente?. É só porque a lei foi de autoria de Bolsonaro?. Como há quebra do sigilo, se o voto impresso é blindado e somente serve para visualização do eleitor que terá a segurança de que ambas urnas (eletrônica e impressa) têm a mesma quantidade de votos apurados, e também para auditoria por amostragem de urnas sorteadas e eventual contagem se necessária?.
    Nosso bom jornalismo da revista oeste, deveria investigar profundamente como foram os votos desses ministros e os motivos de declarar quebra de sigilo, que curiosamente em primeira votação, Gilmar Mendes não considerou inconstitucional. Penso que é grave e infelizmente hoje nossa OAB não defende a verdadeira democracia para rebater essa grosseira arguição de inconstitucionalidade. Cabe a nossa verdadeira imprensa fazê-lo.

  10. A referência ao campo do Chico Buarque foi muito boa (risos). Imaginem quem, oficialmente ou não, já desfilou seu talento por ali!

    Fiúza sempre no ponto!

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site