Apple confirma mudanças nos carregadores de iPhone

Vice-presidente da empresa informou que alteração é para atender à legislação recém-aprovada na Europa

A Oeste depende dos assinantes. Assine!

-Publicidade-
Modelo de carregador USB-C aprovado pela União Europeia
Modelo de carregador USB-C aprovado pela União Europeia | Foto: Divulgação/Flickr

O vice-presidente de marketing global da Apple, Greg Joswiak, confirmou que a empresa fabricará iPhones com porta de entrada para carregamento USB-C. A informação foi divulgada em entrevista ao Wall Street Journal, nesta quarta-feira, 26.

A decisão segue a legislação recém-aprovada pela União Europeia sobre padrão universal de carregamento. A lei aprovada pelo parlamento entra em vigor em 2024, mas algumas informações vazadas revelam que a Apple não vai esperar até lá para implementar o USB-C em todos os seus aparelhos móveis. Além disso, esses rumores demonstram que a mudança deve acontecer em nível global, já que países na América Latina, América do Norte e Ásia discutem suas próprias regulamentações sobre padrão de carregamento.

Embora Joswiak tenha confirmado que a mudança deve ocorrer, o executivo deu a entender que a empresa fará a alteração para evitar sanções, e não por vontade própria. Na entrevista, argumentou que, conforme a mudança no padrão de carregamento for acontecendo, os atuais cabos de alimentação ficarão inúteis, o que, segundo ele deve aumentar, consideravelmente a quantidade de lixo eletrônico.

-Publicidade-

A declaração concedida ao jornal norte-americano reforça ainda mais os rumores de que a mudança deve acontecer já na linha de iPhone 15, com lançamento previsto para o terceiro trimestre de 2023. No entanto, Joswiak não divulgou nenhum detalhe de quando o padrão USB-C chegará aos iPhones.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.