-Publicidade-

Apple é processada em quase R$ 400 milhões

Empresa é acusada de propositadamente encurtar a vida útil de seus produtos
Apple é processada em quase R$ 400 milhões
Apple é processada em quase R$ 400 milhões | Foto: Reprodução/Twitter

A associação italiana pró-consumidor Altroconsumo está processando a Apple, acusando a empresa de Cupertino de praticar a chamada obsolescência programada — quando uma fabricante propositadamente encurta a vida de um produto a fim de lançar um modelo mais novo, forçando consumidores a fazer nova compra. A entidade pede indenização de cerca de 60 milhões de euros, aproximadamente R$ 398 milhões na conversão direta.

A Altroconsumo diz que o valor pedido cobre os compradores dos modelos iPhone 6, iPhone 6 Plus, iPhone 6S e iPhone 6S Plus — que, entre 2014 e 2020, venderam cerca de 1 milhão de unidades na Itália. A Apple negou as acusações em e-mail enviado à agência Reuters, dizendo que nunca fez nada para reduzir a vida útil de seus produtos ou interferir negativamente na experiência de seus consumidores.

Leia também: “Apple se prepara para apresentar novos modelos de iPhone”

Com informações do Olhar Digital

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.