Bitcoin sobe e fica acima de US$ 50 mil pela primeira vez desde maio

Recuperação ocorre quando empresas de serviços financeiros estão oferecendo aos clientes acesso a moedas digitais
-Publicidade-
<i>Bitcoin</i> acumula mais de 80% de ganhos desde janeiro | Foto: MichaelWuensch/Pixabay
Bitcoin acumula mais de 80% de ganhos desde janeiro | Foto: MichaelWuensch/Pixabay

Depois de meses em queda, a cotação do bitcoin — moeda virtual — ultrapassou US$ 50 mil nesta segunda-feira, 23, pela primeira vez desde maio. A principal criptomoeda do mundo chegou a US$ 50.562 na máxima até o momento, com investidores apostando que a perspectiva de mais estímulos fiscais nos Estados Unidos deve apoiar ganhos extras. O bitcoin já acumula alta superior a 80% desde que atingiu US$ 27.700 em janeiro.

Leia também: “Governo de El Salvador vai doar bitcoin à população”

Outras criptomoedas também operam em sinal de recuperação hoje, diante do anúncio de empresas de serviços financeiros que estão oferecendo aos clientes acesso a moedas digitais. A empresa de pagamentos digitais PayPal, por exemplo, permitirá que seus clientes no Reino Unido comprem, vendam e mantenham bitcoin e outras criptomoedas a partir desta semana.

-Publicidade-
Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro