Cade propõe condenação de Claro, Oi e Vivo por cartel

Empresas podem pagar multas de até 5% sobre o faturamento bruto
-Publicidade-
Cade fechou o cerco contra as operadoras de telecomunicações
Cade fechou o cerco contra as operadoras de telecomunicações | Foto: Divulgação

A Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) recomendou ao tribunal do órgão a condenação das operadoras Claro, Oi e Vivo pela prática de cartel em licitações públicas, especialmente em pregão realizado pelos Correios em 2015. Com isso, as empresas podem pagar multas de até 5% sobre o faturamento bruto “diante da gravidade dos fatos”, praticados seja de forma unilateral, seja de forma coordenada pelas operadoras. O despacho com a recomendação está publicado no Diário Oficial da União desta terça-feira, 9. O caso agora será remetido ao pleno de conselheiros do Cade, a quem cabe tomar a decisão final sobre o processo, acatando parcial ou totalmente ou rejeitando a recomendação. Se condenadas, as empresas terão de pagar multas específicas: Claro — 5% sobre o faturamento bruto de 2016, no mercado de telecomunicações, inclusive serviços de internet; Vivo — multa de 4% sobre o faturamento bruto de 2016, no mercado de telecomunicações, inclusive serviços de internet; Oi — multa de 4% sobre o faturamento bruto de 2016, no mercado de telecomunicações, inclusive serviços de internet.

Leia também: “Cade aprova venda da CEB Distribuição para empresa da Neoenergia”

Com informações de Exame

-Publicidade-
Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro