Criptomoeda Omicron atrai investidores

Apesar do nome, o ativo digital não tem relação com o coronavírus
-Publicidade-
A criptomoeda Omicron é negociada por meio da SushiSwap
A criptomoeda Omicron é negociada por meio da SushiSwap | Foto: Reprodução/Pixabay

A criptomoeda Omicron tem chamado a atenção de investidores nos últimos dias. Com o mesmo nome que a cepa mais recente do coronavírus, o ativo se valorizou praticamente 900% no domingo 28.

Entre os dias 27, sábado, e 28, a cotação da criptomoeda Omicron aumentou quase dez vezes — seu valor saltou de R$ 396 para R$ 3.958. Na fim da manhã desta terça-feira, 30, a moeda digital estava sendo cotada a R$ 1.867, de acordo com dados da plataforma CoinMarketCap.

Fonte: CoinMarketCap
-Publicidade-

Mesmo com a semelhança no nome, no entanto, a criação a moeda digital não tem relação com a nova variante do coronavírus. O ativo surgiu em 8 de novembro, com a tecnologia da Offchain Labs — companhia que desenvolve soluções de escalabilidade para o blockchain ethereum, que tem a capacidade de promover transações a custos mais baixos.

A novidade financeira funciona com base no código de um projeto já existente da Olympus. O grupo gerou o token OHM, moeda on-line que consiste em uma cesta de ativos digitais, como DAI e Frax.

A criptomoeda Omicron pode ser negociada apenas por meio da exchange descentralizada SushiSwap. Seu funcionamento se dá com contratos digitais, feitos com códigos de programação, para criar mercados para diversos tokens — ecossistemas onde estão inseridos os projetos.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.