Criptomoedas: golpes desviam US$ 1 bilhão

As perdas com as moedas digitais no ano passado cresceram 60 vezes
-Publicidade-
O principal meio para aplicação de golpes foram as redes sociais, em 2021
O principal meio para aplicação de golpes foram as redes sociais, em 2021 | Foto: Divulgação/Pixabay

As criptomoedas são o alvo preferencial dos golpistas que atuam nos meios digitais. De acordo com um relatório publicado pela agência governamental dos EUA Federal Trade Commission (FTC, na sigla em inglês), 46 mil pessoas foram vítimas dos cibercriminosos em 2021, o que totalizou mais de US$ 1 bilhão desviados.

Segundo a FTC, esse montante roubado é mais do que qualquer em outro método de pagamento. Além disso, as perdas registradas no ano passado foram quase 60 vezes maiores do que em 2018.

A moeda digital bitcoin é o ativo digital preferido dos golpistas, com cerca de US$ 2,6 mil desviados por golpe.

-Publicidade-

Recursos que facilitam os golpes

Conforme destaca a FTC, os ativos digitais têm vários recursos que são atraentes para os golpistas. Como exemplo, o relatório cita que não há banco ou outra autoridade centralizada para indicar as transações suspeitas e tentar impedir as fraudes.

“As transferências de criptoativos não podem ser revertidas. E, uma vez que o dinheiro se vai, não há como recuperá-lo. E a maioria das pessoas ainda não está familiarizada com o funcionamento das criptomoedas”, destacou.

O principal meio para aplicação de golpes, segundo a FTC, são as redes sociais. Isso porque quase metade das pessoas que perderam criptomoedas em um golpe desde 2021 disse que tudo começou com um anúncio, post ou mensagem em mídias sociais.

Ainda segundo o levantamento, mais da metade das fraudes de criptomoedas detectadas foi por causa de oportunidades de investimentos falsas. “Os golpistas de investimentos afirmam que podem obter retornos enormes de forma rápida e fácil para os investidores. Mas esses ‘investimentos’ cripto vão direto para a carteira de um golpista”, segundo a FTC.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários Ver comentários

  1. Quanto mais eu leio sobre Bitcoins menos eu acredito. Me parece mais o velho sistema de escambo com a adição de tecnologia e um processo de “aceite” nas transações através do Blockchain. No final das contas, um ambiente propício para alguns espertos lucrarem a custas de inocentes úteis. Uma “moeda” (nem sei se merece ser chamada assim) sem lastro e sem garantias. Mais próxima de uma grande “pirâmide financeira” global.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.