Facebook piorou a vida de 360 milhões de usuários

Pesquisa foi realizada pela própria companhia e revelada por funcionários descontentes
-Publicidade-
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Pesquisadores do Facebook descobriram que um em cada oito de seus usuários tiveram problemas com o uso compulsivo da rede social. O que somaria teoricamente 360 milhões de usuários descontentes. O documento foi vazado para o Wall Street Journal e divulgado hoje. Entre os problemas relatados estão o impacto no sono, no trabalho, na criação dos filhos e nos relacionamentos. São questões típicas de vício na internet, mas, segundo a pesquisa, as consequências eram ainda piores no Facebook do que em outras redes. A empresa de Mark Zuckerberg agiu da maneira habitual: ao invés de tentar resolver o problema, fechou o grupo de pesquisadores no final de 2019.

Saiba mais sobre a situação do Facebook/Meta na edição desta semana da revista Oeste.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários Ver comentários

  1. Não gostei da mensagem, ao invés de mudar eu elimino o mensageiro. Isso é que é democracia. Joe Biden, Putin, Maduro e Xi Jinping fazem o mesmo. Talvez esteja na hora de Bolsonaro criar vergonha. Ou se manda ou toma atitude. Como a Folha e a Globo já publicaram, o Brasil já é pária mesmo, então que se dane o globalismo ou o que os outros irão falar. Vamos pro pau. Kkkkk. Já pensou se Bolsonaro e as FFAAs pensassem assim? Já que Bolsonaro é um genocida mesmo. Ja que as FFAAs estão associadas ao genocídio, como disse Gilmar Mendes, porque não? Já que os países do mundo estão uma baderna, onde cada um olha mais para o vizinho do que para si, será que não seria uma boa ideia? Quando o mundo voltar ao normal, também voltamos?

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.