Fusões e aquisições de empresas movimentam R$ 221 bilhões no Brasil em 2021

Números representam aumento de 37% em relação ao mesmo período de 2020
-Publicidade-
Cenário de M&A segue em alta em 2021
Cenário de M&A segue em alta em 2021 | Foto: Reprodução/Mídias Sociais

O cenário de fusões e aquisições de empresas (M&A) no Brasil segue em alta. De acordo com relatório da plataforma Transactional Track Record (TTR), de janeiro a maio de 2021 foram registradas 693 transações, movimentando cerca de R$ 221 bilhões. Os números representam aumento de 37% em relação ao mesmo período de 2020.

No topo do ranking de M&A está o setor de tecnologia e internet, com de 287 transações, representando aumento de 88% em relação ao mesmo período de 2020. O segundo lugar ficou com o setor de finança e seguros, com 126 transações. Somente em maio deste ano, foram registradas 129 fusões e aquisições no Brasil, entre anunciadas e concluídas. O valor movimentado foi de R$ 15,8 bilhões.

Middle Market

-Publicidade-

Uma das empresas que movimentam o setor é a Solstic Advisors, butique especializada em operações de M&A em empresas do segmento middle market — negócios de médio porte com faturamento anual de até R$ 500 milhões.

“Com a liquidez do mercado e com algumas das companhias listadas em Bolsa registrando forte valorização, o mercado de fusões e aquisições envolvendo o segmento de médias empresas segue bastante aquecido, projetando para 2021 mais um recorde em operações”, avalia Flávio Batel, sócio-fundador e CEO da Solstic Advisors.

A empresa concluiu oito processos de M&A em 2020, totalizando 14 operações desde a inauguração, em março de 2019. Com isso, segundo a companhia, superou a meta de crescimento financeiro e em números de operações em dois dígitos. Em 2021, a Solstic Advisors projeta crescimento de 20%.

Destaque de aquisições

Entre os destaques brasileiros nos movimentos de aquisições está a nuvini, holding de empresas SaaS, que anunciou seis compras de empresas neste ano. O grupo já informou ao mercado a compra das startups leadlovers, Effecti, Ipê Digital, Dataminer e ONCLICK.

(Holding é uma empresa que detém a posse majoritária de ações de outras companhias. Empresas SaaS, por sua vez, realizam ofertas de software como serviço. Ao invés de o empreendedor comprar os programas de que seu negócio precisa, ele assina o produto, como uma mensalidade, de modo a pagar pela utilização.)

A nuvini tem como objetivo realizar 15 incorporações de startups ao grupo até o fim de 2021. Até 2025, a meta é realizar 85 aquisições, alcançando R$ 4 bilhões em faturamento e R$ 1 bilhão em Ebitda — lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização.

Inovação em M&A

Outra companhia que vem contribuindo com crescimento no setor de fusões e aquisições é a STARK, primeira M&Atech do Brasil. Desde julho de 2020, a STARK assessorou o fechamento de seis transações, que totalizaram R$ 157 milhões.

A empresa cadastrou 234 teses com critérios de investimento dos principais fundos de venture capital (modalidade investimento focada em empresas emergentes) e private equity (modalidade de investimento em que uma gestora adquire parte de outra, em crescimento), que somam R$ 15 bilhões, disponíveis para fusões e aquisições de empresas no Brasil.

Leia também: “iFood lança cartão de vale-refeição e vale-alimentação”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.