Google é alvo de processos por práticas anticompetitivas

Ações ocorrem em quase 40 Estados dos EUA
-Publicidade-
Foto: Simon Steinberger/Pixabay
Foto: Simon Steinberger/Pixabay

Ações ocorrem em quase 40 Estados dos EUA

Google News Case - Brasil
Foto: Canva
-Publicidade-

O Google está na mira das autoridades norte-americanas. Ao decorrer dos últimos meses, o gigante da internet se viu alvo de processos judiciais sob alegação de práticas anticompetitivas. A última ação foi ingressada na quinta-feira 17 em conjunto por 38 procuradores-gerais de Estados e territórios dos Estados Unidos.

Leia mais: “Facebook se posiciona como vítima de ‘ataque’ judicial”

Um dia antes, a empresa havia se tornado alvo de outro processo também movido em bloco. No caso, 10 Estados norte-americanos acusaram a companhia de agir contra a plena competitividade nos ramos em que atua. Em outubro, a corporação entrou na mira do Departamento de Justiça dos EUA por motivo similar: impedir a concorrência.

Na ação de agora, recaem acusações sobre estratégias para manter monopólio. “O Google mantém ilegalmente seu poder de monopólio sobre os mecanismos de busca e os mercados publicitários relacionados por meio de uma série de contratos e de ações anticompetitivas”, afirmou, segundo portal G1, o procurador-geral do Colorado, Phil Weiser.

De acordo com a denúncia, o trabalho do Google se daria de três modos:

  • Pagamento a fabricantes de smartphones para permanecer como buscador padrão;
  • Vetar a estratégia de anunciantes em integrar a plataforma de mídia da empresa com a de concorrentes;
  • Favorecer seus próprios produtos e serviços, como YouTube, nos resultados de buscas.

Outro lado

Em nota divulgada à imprensa, a companhia apenas se limitou a informar que deve detalhar suas práticas corporativas diretamente ao Poder Judiciário norte-americano. “Sabemos que o escrutínio das grandes empresas é importante e estamos preparados para responder a perguntas e trabalhar nessas questões. Estamos ansiosos para apresentar os argumentos no tribunal.”

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site