Google e Facebook decidem impor vacinação a funcionários

Nova política das big techs esbarra em polêmicas
-Publicidade-
Pesquisas de opinião indicam que muitos norte-americanos rejeitam a vacina
Pesquisas de opinião indicam que muitos norte-americanos rejeitam a vacina | Foto: Divulgação

Antes da volta ao trabalho presencial, os funcionários do Google e do Facebook terão de se vacinar contra a covid-19. É o que estabeleceram as big techs, que atribuem a decisão ao aumento de contaminados pela variante delta do coronavírus nos Estados Unidos. Sundar Pichai, presidente-executivo do Google, informou que a política será introduzida “nas próximas semanas”. O retorno às atividades nas unidades da companhia está previsto para 18 de outubro. Na sequência, a medida vai abranger os 144 mil funcionários da plataforma de buscas espalhados ao redor do mundo.

Em comunicado, o Facebook salientou que também exigirá a imunização de seus colaboradores. “A forma como implementamos esta política dependerá das condições e regulamentações locais”, observou Lori Goler, vice-presidente de recursos humanos, no documento. “Teremos um processo para aqueles que não podem ser vacinados por motivos médicos ou outros e estaremos avaliando nossa abordagem em outras regiões conforme a situação evoluir”, acrescentou a executiva. A medida é polêmica, visto que muitos norte-americanos rejeitam a vacina, conforme as mais recentes pesquisas.

Leia também: “Crachá de cobaia”, artigo de Guilherme Fiuza publicado na Edição 65 da Revista Oeste

-Publicidade-
Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários

  1. Quem não quiser se vacinar, espero que tenha oportunidade de poder trabalhar em outras empresas. Concorrência é a melhor forma de evitar esse tipo de arbitrariedade. Espero que ótimos funcionários procurem outras empresas para trabalhar.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro