Google é multado em US$ 169 milhões por agência francesa de privacidade

Empresa foi punida por dificultar aos usuários de internet a recusa dos rastreadores on-line, conhecidos como cookies
-Publicidade-
O Google sofreu uma punição da Agência Francesa de Privacidade de Dados
O Google sofreu uma punição da Agência Francesa de Privacidade de Dados | Foto: Reprodução/Flickr

No último dia 6, o Google foi multado em US$ 169 milhões (R$ 959 milhões) pela Agência Francesa de Privacidade de Dados (CNIL). A penalidade foi aplicada porque o gigante de tecnologia dificulta aos usuários de internet a recusa dos rastreadores on-line, conhecidos como cookies.

O consentimento prévio dos usuários de internet para o uso de cookies (pequenos fragmentos de dados que ajudam a construir campanhas digitais direcionadas) é um dos pilares mais importantes de privacidade de dados da União Europeia (UE). “Quando você aceita os cookies, isso é feito com apenas um clique”, explicou a diretora de proteção de dados da CNIL. “Rejeitar os cookies também deveria ser tão fácil quanto aceitá-los.”

Em comunicado, a agência francesa informou que o Facebook e o YouTube também não permitiram a recusa dos cookies facilmente. De acordo com a CNIL, as empresas de tecnologia têm três meses para cumprir as exigências, caso contrário sofrerão penalização de € 100 mil por dia de atraso. Embora o Google o Facebook oferecessem um botão virtual que permitia a aceitação imediata dos cookies, não havia um equivalente para recusá-los imediatamente.

-Publicidade-

“As pessoas confiam em nosso trabalho quanto ao respeito ao direito de privacidade”, destacou a Google, em comunicado. “Entendemos nossa responsabilidade de proteger essa confiança e estamos comprometidos com novas mudanças, em trabalho ativo com a CNIL.”

Leia mais: “Google e Meta são multados na Rússia por conteúdo proibido”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

  1. Muito bem!!! Existem páginas de empresas, que não conseguimos acesso e sem modos de tirar a imagem. Quando isso acontece saio da página e procuro outra empresa para comprar e tenho até me direcionado às lojas físicas por causa disso. Espero que isso chegue aqui também.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.