Mais de 500 museus para visitar de casa durante o confinamento

No mundo inteiro, por consequência da pandemia de coronavírus, muitos locais acabaram suspendendo as suas atividades, incluindo os museus  mais importantes e prestigiados do mundo, como o MoMA, nos Estados Unidos; British Museum, no Reino Unido e o Rijksmuseum, na Holanda
-Publicidade-
Fachada do British Museum, em Londres
Stormnight/Wikimedia
Fachada do British Museum, em Londres Stormnight/Wikimedia

Serviço do Google permite que você veja exposições dos mais diversos locais do mundo na segurança do lar

Fachada do Museu Britânico, em Londres | Stormnight/Wikimedia

No mundo inteiro, por consequência da pandemia de coronavírus, muitos locais acabaram suspendendo suas atividades, inclusive os museus mais importantes e prestigiados, como o MoMA, nos Estados Unidos; o Museu Britânico, no Reino Unido; e o Rijksmuseum, na Holanda.

-Publicidade-

O Google, por meio de seu serviço Arts&Culture, tornou disponível, de forma totalmente virtual e gratuita, o acesso ao acervo de mais de 500 museus no planeta.

A navegação é intuitiva e fluida, as obras disponíveis estão em alta resolução e contam com informações sobre o autor, o período histórico e a obra em si.

No Brasil, é possível o acesso virtual ao acervo de 42 museus, entre eles o Masp, em São Paulo; o Museu Imperial de Petrópolis; e o Instituto Inhotim, em Brumadinho.

 

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.