MCTI inaugura parque que demonstra tecnologia em internet das coisas

Instalada em Sorocaba, no interior paulista, a estrutura deve popularizar a ciência no país
-Publicidade-
O ministro Marcos Pontes esteve na inauguração do Centro de Referências e Tecnologias 4.0
O ministro Marcos Pontes esteve na inauguração do Centro de Referências e Tecnologias 4.0 | Foto: Divulgação/MCTI

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e o Centro Universitário Facens inauguraram na sexta-feira, 30 de abril, o Centro de Referências e Tecnologias 4.0. A estrutura, instalada em Sorocaba, no interior paulista, é destinada a demonstrações práticas de tecnologias que fazem uso da chamada internet das coisas (IoT), advento que, graças à quinta geração da internet (5G), possibilitará o uso coordenado e inteligente de aparelhos para controlar diversas atividades.

Ao conectar objetos do cotidiano — como eletrodomésticos, smartphones, roupas e automóveis — à internet, a tecnologia permitirá até mesmo a realização de procedimentos médicos delicados à distância, além de sistemas de direção automática de carros e diversas tecnologias de automação e inteligência artificial, inclusive para a agricultura, a indústria e as cidades. O centro de referência tornará possível a demonstração de soluções em IoT em áreas consideradas prioritárias, conforme previsto no Plano Nacional de Internet das Coisas.

-Publicidade-

Leia também: “Vacina com tecnologia nacional pode ser disponibilizada em 2021”

Com informações da Agência Brasil

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

  1. “a tecnologia permitirá até mesmo a realização de procedimentos médicos delicados à distância” – a plataforma Médicos Pela Vida (www.medicospelavidacovid19.com.br) tem mais de 13 mil colaboradores que atendem gratuitamente, e através do WhatsApp, aos contaminados pela COVID-19 que estão na Fase 1 (primeiros sintomas) da enfermidade – mas se no Centro de Referências e Tecnologias for pesquisada alguma coisa para provar que o Protocolo de Tratamento Precoce funciona, aí não pode e o PCO (refiro-me, não ao Partido Comunista Brasileiro, mas ao Partido Contra Bolsonaro), como sempre faz o PT, PCdoB, PSOL, PDT, Rede, PSB e outras porcarias do gênero, vão ao STF pedir para impedir o estudo.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site