Microsoft confirma ataque de hackers chineses após falhas em servidor de e-mail corporativo

Grupo roubou 'o conteúdo completo de várias caixas de e-mail de usuários', segundo a empresa de segurança cibernética Volexity
-Publicidade-
A empresa informou que os hackers se aproveitaram de quatro vulnerabilidades operacionais
A empresa informou que os hackers se aproveitaram de quatro vulnerabilidades operacionais | Foto: Raimond Spekking/WorldPhotos

Uma série de falhas no software de servidor da Microsoft foi explorada por um grupo de hackers chineses, que invadiram dezenas de e-mails corporativos. A informação foi divulgada na terça-feira 2 pela própria empresa e confirmada por pesquisadores independentes.

-Publicidade-

Leia também: China copiou o código de espionagem da NSA dos EUA, dizem pesquisadores

Segundo a agência Reuters, trata-se de um grupo de espionagem cibernética ligado à China, que tem saqueado remotamente contas de e-mail empresariais. A Microsoft informou que os hackers se aproveitaram de quatro vulnerabilidades operacionais não detectadas anteriormente em diversas versões do software. O grupo de invasores é denominado Hafnium e seria financiado por oficiais ligados ao regime chinês.

A empresa de segurança cibernética Volexity confirmou que, em janeiro deste ano, o grupo hacker usou uma dessas vulnerabilidades do sistema para roubar “o conteúdo completo de várias caixas de e-mail de usuários”. O ataque foi feito a partir da obtenção dos dados do servidor Exchange e das contas que seriam alvos. A Exchange é uma conta de e-mail corporativa ou de estudante da Microsoft.

A empresa anunciou que já liberou as correções de cada uma dessas falhas.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.