Netflix aumenta preços bem acima da inflação

Assinatura mais cara vai para 55,90 reais
-Publicidade-
A Netflix tem 31% do mercado, e a Prime Video, 24%
A Netflix tem 31% do mercado, e a Prime Video, 24%

Enfrentando concorrência cada vez mais acirrada, a Netflix fez o contrário do que prega o bom senso da economia de mercado: aumentou a mensalidade e se tornou o mais caro sistema de streaming de vídeo do Brasil. A mensalidade básica (de baixa resolução) foi para R$ 25,90. A “padrão”, com vídeo HD de 1080p, subiu para R$ 39,90. Quem quiser assistir a Netflix em 4K vai ter de pagar R$ 55,90.

A empresa declarou que não reajustava seus preços desde março de 2019. O site Canaltech observou que nesse período a inflação cresceu 12,28% e o aumento de preços da Netflix chega a 21,7%. Como comparação, a Prime Video da Amazon cobra R$ 9,90. Segundo a agência JustWatch, a disputa entre os dois serviços está cada vez mais apertada. A Netflix tem 31% do mercado, e a Prime Video, 24%.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

4 comentários Ver comentários

    1. Sim, é da Amazon… traz títulos conhecidos e também originais prime vídeo… além de tudo, vc consegue comprar na Amazon pelo serviço prime. Já vem no pacote… estou pensando seriamente em cancelar a Netflix

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.