Plasma sanguíneo contra o coronavírus

Tratamento em fase de testes pelo FDA já funcionou em outras epidemias, com na da gripe espanhola.
-Publicidade-
Uma bolsa com o plasma sanguíneo
Foto: DiverDave/Wikimedia
Uma bolsa com o plasma sanguíneo Foto: DiverDave/Wikimedia

Tratamento com o plasma de pacientes curados já funcionou em outras epidemias, como na da gripe espanhola

Uma bolsa com o plasma sanguíneo
Foto: DiverDave/Wikimedia
-Publicidade-

A Food and Drug Administration (FDA), a agência responsável por regulamentar a fabricação de medicamentos nos Estados Unidos, está testando um novo tratamento contra o coronavírus. O plasma sanguíneo de pacientes que já se recuperaram do coronavírus é a nova esperança dos pesquisadores. Um estudo na China com cinco pacientes mostrou sinais promissores.

O uso do plasma — a parte líquida do sangue — no tratamento de infecções respiratórias já foi utilizado com sucesso no tratamento do mers, em 2012; do sars, em 2003 e no da gripe espanhola, em 1918.

De acordo com o G1, a FDA liberou, de forma emergencial, que o plasma de quem se recuperou seja utilizado em pacientes em estado grave.

“Esse processo permite o uso de um medicamento sob investigação para o tratamento de um paciente individual feito por um médico licenciado, mediante autorização da FDA. Isso não inclui o uso de plasma convalescente da covid-19 para a prevenção de infecção”, afirma a instituição.

Embora seja promissor, o FDA pede cautela. O plasma já demonstrou que não é eficiente em todas as situações e para todas as doenças.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site