Rio de Janeiro passa a aceitar pagamento de IPTU em criptomoedas

Sistema deve começar a operar na cidade em 2023
-Publicidade-
A ideia também é utilizar as moedas digitais para estimular a cultura e o turismo
A ideia também é utilizar as moedas digitais para estimular a cultura e o turismo | Foto: Divulgação/Pixabay

O Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) na cidade do Rio de Janeiro poderá ser pago em criptomoedas. O anúncio foi feito pela prefeitura da capital fluminense, na sexta-feira 25. Conforme o Executivo municipal, o sistema entra em vigor a partir de 2023, sem data exata.

Para viabilizar a inovação, a prefeitura vai contratar empresas especializadas na conversão de criptomoedas para real, permitindo o recebimento de 100% do valor na moeda corrente.

“O universo de criptomoedas é mais um importante segmento com grande potencial de desenvolver ainda mais a economia do Rio de Janeiro, nessa área de inovação e tecnologia”, disse o Secretário de Desenvolvimento Econômico, Chicão Bulhões.

-Publicidade-

O plano do governo prevê estimular a circulação de criptomoedas, integrando-as ao pagamento de impostos, como no caso do IPTU e, no futuro, poderá ser ampliado para outros serviços, como corridas de táxi.

A ideia também é utilizar as moedas digitais para estimular a cultura e o turismo, e criar uma “política de governança sólida” e responsável para avaliar a realização de investimentos.

A prefeitura anunciou ainda a criação do Comitê Municipal de Criptoinvestimentos (CMCI), que ficará responsável por desenvolver e criar toda estrutura para viabilizar o serviço. A política deverá observar os regulamentos e diretrizes do Banco Central e da Comissão de Valores Mobiliários.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.