Revista Oeste - Eleições 2022

Pela 1ª vez, Samsung inicia produção de chips de 3 nanômetros

Os novos semicondutores são mais poderosos e eficientes
-Publicidade-
Os líderes do centro de produção da Samsung comemoram a primeira produção de chips de 3 nanômetros
Os líderes do centro de produção da Samsung comemoram a primeira produção de chips de 3 nanômetros | Foto: Divulgação/Samsung

A Samsung anunciou nesta quinta-feira, 30, que começou a produzir chips com tecnologia avançada de 3 nanômetros. A empresa sul-coreana é a primeira a iniciar a fabricação no mundo.

Comparado com os chips convencionais de 5 nanômetros, o recém-desenvolvido de 3 nanômetros, de primeira geração, pode reduzir o consumo de energia em até 45%, melhorar o desempenho em 23% e diminuir a área em 16%, informou a Samsung, em comunicado.

“Continuaremos a inovar ativamente no desenvolvimento de tecnologia competitiva”, disse Siyoung Choi, chefe de Negócios de Fundição da Samsung.

-Publicidade-

O que isso significa para a indústria?

Imagine 1 metro dividido em 1 bilhão de partes: o resultado disso é 1 nanômetro, medida que corresponde aproximadamente ao tamanho que um cabelo humano cresce por segundo. Estamos falando de algo completamente imperceptível a olho nu, mas fundamental para o desenvolvimento da indústria de tecnologia.

Atualmente, grande parte dos processadores utilizados nos celulares tem tecnologia de 5 nanômetros. E reduzir em 2 nanômetros representa algo muito significativo. Em cada milímetro quadrado de um chip existem cerca de 170 milhões de transistores. Quando você diminui o tamanho deles, aumenta a quantidade possível no mesmo espaço.

Samsung quer superar a principal rival

A empresa não divulgou quem serão os novos clientes para os novos chips, que são fabricados sob encomenda, como processadores móveis e chips de computação de alto desempenho. Analistas ouvidos pela agência de notícias Reuters afirmaram que a própria Samsung e empresas chinesas devem estar entre os clientes iniciais.

No ano passado, a Samsung anunciou um plano de investimento de US$ 132 bilhões para chegar ao topo do mercado de semicondutores até 2030. Atualmente, a companhia está em segundo lugar, com uma participação de mercado de 16%.

A fabricante tenta alcançar a rival Taiwan Semiconductor Manufacturing Co (TSMC), multinacional taiwanesa de semicondutores, que possui a produção mais avançada do mundo e controla cerca de 54% do mercado global. Ela tem como clientes a Apple e a Qualcomm.

Enquanto a Samsung é a primeira a produzir chips de 3 nanômetros, a TSMC está planejando iniciar uma produção de chips de 2 nanômetros em 2025.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.