Startup brasileira estreia na Bolsa de NY

Oferta pública de ações levantou US$ 263,66 milhões e cada papel acima da faixa indicativa de US$ 19
-Publicidade-
Bandeira da Vtex na fachada da Bolsa de Nova York | Foto: Divulgação/Mídias Sociais

A Vtex, startup brasileira do setor de soluções para comércio eletrônico, fez sua estreia na Bolsa de Nova York nessa quinta-feira, 22. Em 2020, a empresa tornou-se um unicórnio [companhia avaliada em mais de US$ 1 bilhão] e viu seu valor de mercado disparar.

Leia mais: Startup de venda de imóveis levanta R$ 110 milhões em investimentos”

Com a oferta pública de ações foram levantados US$ 263,66 milhões, com o papel negociado a US$ 19, acima da faixa indicativa que era de US$ 15 a US$ 17. Assim, a startup passou a valer US$ 3,56 bilhões.

-Publicidade-

Fundada em 2000 por dois cariocas, Mariano Gomide e Geraldo Thomaz, a Vtex é dona de uma plataforma que permite a grandes marcas criarem suas próprias lojas on-line, faturando com a comissão das vendas realizadas por seus mais de 3 mil clientes, em 48 países diferentes.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site