Um trem movido a sopa

Fonte de energia 'inusitada' é mais sustentável e não gera cheiro de fumaça
-Publicidade-
Trem pertence a empresa ferroviária Takachiho Amaterasu Railway Company
Trem pertence a empresa ferroviária Takachiho Amaterasu Railway Company | Foto: Reprodução/ Youtube

Um trem de turismo no Japão está rodando com combustível derivado do lámen — prato típico do país, composto por macarrão e sopa com caldo à base de ossos de porco, peixe ou frango, conhecido no Brasil como miojo.

A empresa ferroviária Takachiho Amaterasu Railway Company utilizou o combustível pela primeira vez em meados de junho. O trem começa a viagem na cidade de Takachiho, na província de Miyazaki. De acordo com a companhia, o custo do biocombustível derivado do lámen é o mesmo do óleo diesel. Além disso, a fonte de energia é mais sustentável e não gera cheiro de fumaça.

-Publicidade-

O projeto incomum nasceu em 2013, quando foi desenvolvida por Masumi Nishida, presidente da empresa japonesa de transporte Nishida Shoun. Segundo o empresário, a ideia surgiu quando ele foi abordado por Masumi Nishida, de 74 anos, dono de uma popular empresa de lámen, que o informou que precisava pagar pelo descarte do caldo restante.

Para resolver o prejuízo e reaproveitar o caldo,  Masumi desenvolveu um dispositivo que separava a banha do caldo para misturá-la facilmente com óleo de cozinha residual e, dessa forma, gerar um combustível biodiesel. “No começo, eu não tinha conhecimento de química e era tudo na base de tentativa e erro”, afirmou o empresário. “Mas meu projeto viu a luz do dia num momento em que as questões ambientais estão se tornando um grande desafio.”

A Takachiho Amaterasu Railway Company se interessou pelo biocombustível como uma iniciativa ecologicamente correta. Atualmente, a empresa de Masumi Nishida compra resíduos de óleo de cozinha de 2 mil restaurantes e consegue produzir 3 mil litros de combustível por dia, conforme reportagem da Kyodo News.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.