Veneno de cobra pode combater o coronavírus

Proteína encontrada em cobra brasileira consegue inibir em 75% a replicação do vírus
-Publicidade-
Foto: Reprodução/Mídias sociais
Foto: Reprodução/Mídias sociais

Uma pesquisa realizada por membros do Instituto de Química da Universidade Estadual Paulista (Unesp), em Araraquara (SP), descobriu que uma proteína do veneno da jararacuçu pode ajudar a combater o coronavírus. A molécula encontrada na cobra brasileira inibiu em 75% a capacidade de o vírus se multiplicar em células de macaco.

Leia também: “Israel mostra como deve ser o mundo pós-coronavírus”

“É importante deixar claro que não é uma molécula do veneno, ela foi inspirada no veneno”, destaca o professor Eduardo Maffud Cilli. “O veneno da cobra tem várias toxinas. Nós pegamos uma delas e estudamos a atividade de partes dessa toxina. Nosso trabalho sintetiza parte dessa toxina que foi extraída do veneno da jararacuçu, não é o veneno em si.”

-Publicidade-

De acordo com o cientista, a molécula já foi reproduzida em laboratório e o próximo passo é testá-la em células humanas.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

5 comentários

    1. Boa.
      Ainda assim eu preferiria uma eutanásia, a ser inoculado por algo extraído de um “molusco” de alta periculosidade, disfarçado de um réptil inocente.

  1. que JMB não saia falando por aí sobre essa pesquisa, pois se o fizer acontecerá o mesmo com as pesquisas com a Proxalutamida no tratamento contra casos graves de Covid, que levou o Dr. Flávio Cadegiani a ser tratado como bandido pela Imprensa Decadente.

  2. DA CASCAVEL SINTETIZARAM UM ANALOGO PODEROSO UTILIZADO EM CARDIOPATIAS…NA NATUREZA REPOUSAM MILHARES DE SOLUÇÕES PARA UM INFINDAVEL NUMERO DE PROBLEMAS…

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro